Notícias

Os 15 erros mais graves na redação do Enem 2016

      
Fonte: Universia Brasil
Universia Enem: conheça a plataforma digital e gratuita de estudos para o Enem

As provas do Enem 2016 acontecem nos dias 5 e 6 de novembro. Para garantir uma boa nota na redação é preciso evitar alguns deslizes. A seguir, listamos os 15 erros mais graves:

Leia também:
» Todas as dicas de estudo para o Enem 2016

1. CONCORDÂNCIA
Falta de concordância do verbo com o sujeito (com sujeito antes do verbo).

2. PERÍODOS
Períodos incompletos, truncados, que comprometem a compreensão.

3. PONTUAÇÃO
Graves problemas de pontuação.

4. GRAFIA E ACENTUAÇÃO
Desvios graves de grafia e de acentuação (letras minúsculas iniciando frases e nomes de pessoas e lugares)

5. GÍRIA
Presença de gírias.

6. CONCORDÂNCIA VERBAL
Falta de concordância do verbo com o sujeito (com o sujeito depois do verbo ou muito distante dele).

7. CONCORDÂNCIA NOMINAL
Falta de concordância do adjetivo com o substantivo.

8. REGÊNCIA
Regência nominal e verbal inadequada (ausência ou emprego indevido de preposição).

9. CRASE
Ausência do acento indicativo da crase ou seu uso inadequado.

10. ESTRUTURA SINTÁTICA
Problemas na estrutura sintática (frases justapostas sem conectivos ou orações subordinadas sem oração principal).

11. GRAFIA
Desvio de palavras de grafia complexa.

12. VÍRGULA
Separação de sujeito, verbo, objeto direto e indireto por vírgula.

13. ORALIDADE
Qualquer marca de oralidade.

14. PASSIVA SINTÉTICA
Ausência de concordância em passiva sintética (exemplo: uso de "vende-se casas" em vez de "vendem-se casas").

15. ERROS SIMPLES DE PONTUAÇÃO
Erros simples de pontuação que não comprometem o sentido do texto.



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.