Notícias

4 fatos surpreendentes sobre a educação japonesa

      
4 fatos surpreendentes sobre a educação japonesa
4 fatos surpreendentes sobre a educação japonesa  |  Fonte: Shutterstock

A cultura japonesa é muito rica, e muito diferente da nossa. Essas diferenças ficam evidentes também no seu sistema escolar, que valoriza o desenvolvimento dos estudantes em áreas nas quais o sistema brasileiro só pensa em tocar. Leia a seguir 5 fatos surpreendentes sobre o sistema educacional japonês:

1. SEM PROVAS NOS PRIMEIROS TRÊS ANOS DE ESTUDO

Escolas japonesas não forçam estudantes a fazer provas até a quarta série porque na cultura do país as maneiras são muito valorizadas. Para eles é mais importante que jovens estudantes tenham boas maneiras do que boas notas, ou que passem horas estudando antes de uma prova para passar de ano.

A crença é de que o caráter das crianças deve ser desenvolvido. Por isso, é melhor evitar o caráter avaliador das provas durante esse processo de aprendizado.

O respeito pelo próximo é desenvolvido na sala de aula. Estudantes devem mostram reverencia para com os colegas e o professor. A relação entre eles é muito importante, e quem demonstra respeito pelo professor não faz birra na sala.

2. ESTUDANTES LIMPAM A ESCOLA

Estudantes japoneses limpam a própria bagunça, incluindo salas de aulas e banheiros. A ideia é que eles aprendam a trabalhar em equipe, a dividir responsabilidades e a desenvolver um sentimento de respeito para o cuidado das coisas (e não só das pessoas).

O sistema de ensino de lá não desperdiça oportunidades para a formação de caráter e divide os estudantes em grupos de forma a permitir que, ao longo do ano, todos tenham tido experiência com cada uma das tarefas disponíveis.

3. ESTUDANTES COMEM COMIDAS SAUDÁVEIS NA ESCOLA

Com a exceção de estudantes com alergias alimentares, todos os alunos japoneses comem de um menu igual, que conta com uma alimentação saudável e balanceada. Os próprios estudantes servem os colegas e o professor come com eles.

4. ESCOLAS PÚBLICAS ENSINAM ARTE TRADICIONAL

No Brasil é comum que até o ensino médio tenham aulas de arte nas escolas, mas o conteúdo varia bastante de escola em escola. No Japão, os estudantes aprendem sobre as artes tradicionais da cultura local e são encorajados a dar valor a elas. Eles aprendem a fazer Haiku, que é um estilo formal de poesia, e o Shodo, que envolve escrever caracteres kanji e kana co um pincel de bambu em papel de arroz.

Confira outras notícias sobre educação e fique por dentro do universo educativo.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.