Notícias

Os 6 melhores lugares para estudar na Europa

      
Os 6 melhores lugares para estudar na Europa
Os 6 melhores lugares para estudar na Europa  |  Fonte: Shutterstock

Se você quer estudar na Europa, destinos como o Reino unido, Alemanha e França podem ser os primeiros a vir à sua mente, mas existem outras opções que (também) merecem a sua atenção.

Todos os países que indicamos a seguir estão entre os 50 países com a educação mais forte de acordo com o QS Top Universities. Dos 50 países no top, 21 são europeus (22 se você contar a Turquia), então as escolhas não são poucas.

Confira os melhores lugares da Europa para se estudar:

1. SUÉCIA

A Suécia é um lugar diverso, amigável e praticamente sem desigualdade. O país foi considerado um dos mais avançados quando o assunto é igualdade dos gêneros, riqueza e direitos LGBT. Também é conhecido pelo seu alto padrão de vida, ótimas credenciais de proteção ambiental, segurança e limpeza. A Suécia é o país do norte da Europa com a melhor avaliação educacional ocupando a 14ª posição no ranking.

O país não apenas possui uma educação forte, como também um sistema famoso por instigar o pensamento crítico, criatividade e independência dos seus estudantes. A universidade mais bem avaliada do país é a Lund University, que ocupa o 70º lugar no QS World University Rankings® 2015/16.

2. ITÁLIA

A Itália ocupa a 13ª posição no ranking dos melhores sistemas educacionais. O país é conhecido pela sua rica história, além de ser o lar de algumas das universidades mais antigas e prestigiadas do mundo. Estudantes internacionais na Itália aproveitam a rica experiência cultural do novo e do velho com uma vibrante vida social, cidades pitorescas e paisagens lindas, assim como uma culinária fantástica.

3. ÁUSTRIA

A Áustria ocupa a 29ª posição no ranking dos melhores sistemas educacionais. O país é conhecido pelas suas inovações nos campos da música e das artes. Localizada no centro da Europa, a Áustria é ótima para estudantes interessados em conhecer os países vizinhos, como a Alemanha e a Suíça. Fãs de ski, arquitetura e cultura são os maiores beneficiados pelas possibilidades do país.

4. BÉLGICA

O sistema de educação da Bélgica ocupa a 15ª colocação no ranking dos melhores sistemas educacionais. No país existem duas línguas principais, o flamengo e o francês (além de o alemão também ser uma língua oficial). O o país também é uma boa opção para quem quer estudar em inglês, já que muitos cursos são dados na língua e é comum que nativos sejam fluentes nela. Então se você quer se tornar poliglota, a Bélgica é uma ótima opção.

5. ESTÔNIA

A Estônia é a 49ª colocada no ranking das melhores universidades do mundo. O país é líder em tecnologias digitais e tem mais startups bem-sucedidas por cidadão que qualquer outra nação europeia. Estude na Estônia para ter uma experiência única num país que é digitalizado desde a saúde até os estacionamentos.

6. POLÔNIA

A Polônia é a 43ª colocada no ranking dos melhores sistemas educacionais do mundo. Ela pode ser considerada como uma mistura da Europa ocidental e oriental tanto geográfica como culturalmente, o que a torna um lugar fascinante no qual estudar. A sua tradição acadêmica é antiga, a sua primeira universidade foi fundada em 1364, bem antes do ano em que o primeiro português colocou os pés no Brasil.

Procurando bolsas de estudo na Europa? Confira!


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.