Notícias

Por que estudar Engenharia Biomédica

      
Por que estudar Engenharia Biomédica
Por que estudar Engenharia Biomédica  |  Fonte: Shutterstock

Fique por dentro da sua futura carreira

Visite aqui o Universia Profissões

Quem opta por cursar Engenharia na universidade acaba entrando em um universo de inúmeras possibilidades. Com um amplo mercado de trabalho, o estudante da Engenharia tem um leque de especializações que pode seguir como carreira. Antes de optar por algum curso, é importante que o estudante faça pesquisas, conheça as disciplinas e converse com universitários e profissionais da área.

Ter afinidade com números, raciocínio rápido e criatividade são algumas das habilidades necessárias aos profissionais da área. Mas se você também tem facilidade com a área de biologia, provavelmente a graduação em Engenharia Biomédica seja sua carreira do futuro. A seguir, confira as informações mais importantes sobre a profissão:

MERCADO DE TRABALHO

Quem opta pela área é responsável pela projeção e manutenção de equipamentos usados na medicina, na biomedicina e na odontologia. O profissional também pode atuar no desenvolvimento de softwares e nas pesquisas sobre materiais utilizados na área. Assim, esse profissional tem um papel tão importante na área da Saúde como aqueles que atuam de fato com os pacientes.

O mercado de trabalho para o engenheiro biomédico é bem amplo, principalmente por conta do aumento da expectativa de vida das pessoas que, consequentemente, usam recursos médicos por mais tempo. Além disso, por causa do avanço tecnológico, esses profissionais são cada vez mais requisitados no mercado, para construírem produtos que melhorem cada vez mais o nível da ciência e o atendimento dos pacientes.

GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA BIOMÉDICA

O curso de graduação dura em média 5 anos e a grade curricular costuma mesclar matérias da área de exatas com as biológicas. É essencial que o estudante receba esses conhecimentos de Biologia para que consiga criar projetos que condigam com as exigências do setor. O engenheiro biomédico pode atuar em hospitais, clínicas, laboratórios de farmácia, centros de pesquisa, entre outros ambientes.

Durante a graduação, o futuro engenheiro biomédico terá aulas de eletrônica, informática, tecnologia da computação, matemática, física etc. Como o próprio nome da área sugere, a interdisciplinaridade é algo muito forte. A variedade da grade curricular é essencial para que ele tenha uma boa formação e consiga se destacar no mercado de trabalho.

Com o objetivo de trazer profissionais bem competitivos para o mercado, a quantidade de disciplinas práticas é muito grande. Além disso, a realização do estágio é obrigatória. O futuro engenheiro biomédico chegará ao mercado de trabalho melhor preparado e, consequentemente, conseguirá se destacar. Para isso, também é necessário gostar muito das novas tecnologias.

Conheça a série Por que Estudar sobre as principais profissões


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.