Notícias

Por que estudar Engenharia Física

      
Por que estudar Engenharia Física
Por que estudar Engenharia Física  |  Fonte: Universia Brasil

Fique por dentro da sua futura carreira

Visite aqui o Universia Profissões

Gosta de números e cálculos? Tem pensamento criativo e raciocínio lógico apurado? Então, Engenharia pode ser a profissão mais adequada para você. Com mercado de trabalho bastante variado e boas oportunidades de atuação, o curso é uma ótima pedida para quem tem afinidade com as disciplinas das Ciências Exatas.

Se o curso está na sua lista de possibilidades para o vestibular, saiba que é preciso escolher uma área específica da Engenharia para seguir. Para ajudar nessa decisão, veja a seguir as informações essenciais sobre o curso de Engenharia Física e entenda o que é essa profissão:

O QUE FAZ UM ENGENHEIRO FÍSICO

O engenheiro físico é responsável por pesquisar e desenvolver materiais e novas tecnologias. O profissional pode atuar na área de Medicina, mexendo com equipamentos médicos, nas indústrias química e petroquímica, nas quais ele fica encarregado de testar diferentes máquinas.

A profissão é recente e, por isso, tem um número reduzido de profissionais disponíveis para atuar na área de Engenharia Física. O mercado apresenta oportunidades em companhias de tecnologia de ponta. Ele também pode trabalhar em indústrias, mais especificamente nos departamentos de pesquisa e desenvolvimento, onde é possível criar diversas inovações importantes para a área.

GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA FÍSICA

O curso de graduação dura, em média, 5 anos. Os estudantes que ingressarem no curso de Engenharia Física irão ter uma formação que conta com disciplinas tanto básicas à Engenharia como específicas dessa área. Nos primeiros anos, terão aulas de Matemática, Física e Química. Além disso, Filosofia da Ciência e Sociologia do Trabalho.

Como disciplinas mais específicas, terão aulas de Mecânica, Eletrônica e Materiais, por exemplo. Existem muitas delas ministradas em laboratórios, para que o aluno tenha um contato prévio com a prática, essencial para que o profissional tenha uma boa formação acadêmica e consiga se destacar no mercado de trabalho.

Dentre as áreas que o profissional pode trabalhar, estão: a acústica, o controle e automação, econofísica, energia, meio ambiente, novos materiais, ótica linear e não linear, supercondutores etc. Ao longo da graduação o estudante já se torna capaz de identificar qual área dentro da Engenharia Física se identifica mais e investir em uma especialização na área. Quanto maior for o seu domínio sobre determinado assunto, maiores as chances de que ele se destaque no mercado.

Conheça a série Por que Estudar sobre as principais profissões


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.