Notícias

O que aprendi com a CEO da Microsoft

      
O que aprendi com a CEO da Microsoft
O que aprendi com a CEO da Microsoft  |  Fonte: Shutterstock

Marília Ferreira

Consultora na Ideia Sustentável, estratégia e inteligência em sustentabilidade. Ela assina a coluna semanal Aprendizagem Empreendedora na Universia Brasil

Em setembro de 2016 (15/09) tive a oportunidade de prestigiar grandes líderes empresariais e de empresas renomadas, e aprender muito com eles a respeito dos temas Ética e Diversidade, no 5º Encontro da Plataforma Liderança Sustentável.

Mas sabe como é a natureza humana. Tão disposta a predileções, nos leva a estimar uns mais que outros. Muitas das vezes, não por demérito, mas por uma afinidade maior de ideias, de história e até de alma. E dentre pessoas tão cativantes nesse dia – e digo MUITO encantadoras como Paulo Stark, Didier Tisserand, Márcio Coelho, Fábio Coelho, Raissa Lumack, Robert Srour e Nadine Gasman – uma delas me marcou. Dizem que formamos nossas primeiras impressões em apenas frações de segundos. Neste caso, minha impressão de Paula Bellizia foi formada em 12 minutos. (Você pode assistir ao vídeo na íntegra aqui).

A presidente da Microsoft foi a última a subir ao palco. Mesmo com o desafio de reter a atenção da plateia ao final, esta tarefa parece ter sido facilmente resolvida por Paula. E daí resulta uma reflexão que compartilho com vocês, complementada pela busca curiosa de algumas horas de pesquisa na internet de quem não se contenta só com 12 minutos.

Vejam a seguir 5 lições que podemos aprender com Paula Bellizia.

1.Desenvolva sua habilidade de falar em público

Saber falar em público se estende a uma série de possibilidades: apresentar os resultados em uma reunião, um trabalho em sala de aula, conversar com clientes, parceiros, proferir uma palestra e se expor diante de uma grande audiência. A capacidade de expressão oral é uma habilidade apreciada e desejada no desenvolvimento de um profissional que deseja alavancar sua carreira. Em cargos de liderança, então, nem se fala! Se você assistiu ao vídeo, observe como Paula é desenvolta nesta habilidade: é objetiva, clara, envolve-nos na narrativa, tem presença de palco e segurança na fala.

Não se sustente apenas no improviso. Treine, leia livros, faça um curso, busque por dicas na internet e, o mais importante, se exponha e pratique mais.

2.Sinta-se à vontade consigo mesmo

Quando Paula subiu ao palco, logo ficou evidente um brilho interior, razão pela qual a plateia foi rapidamente cativada. Era visível como ela estava à vontade e tudo aquilo parecia ser tão natural. Minhas impressões foram formadas por assisti-la e não por conviver com ela, mas claramente pude captar autoconfiança, humildade e muito carisma. Essas são algumas expressões de pessoas que se conhecem bem e compartilham verdades de si mesmas.

3.Não tenha vergonha de suas origens

Ouvir essa angolana falar com tanta paixão e naturalidade prendeu minha atenção do início ao fim. Espere, falei algo errado? Ah, sim, é melhor explicar. Paula Bellizia é uma angolana, filha de refugiados portugueses. Por que isso nos causa estranhamento? Porque ela é mulher, angolana, filha de portugueses e presidente de uma multinacional?

Se uma pessoa não tem vergonha de quem ela é e nem de suas origens, nós tampouco deveríamos nos importar com isso.

Não desclassifique ninguém por sua origem. Quer ficar mais perplexo com essa questão? Assista a esse vídeo postado pelo site de viagens dinamarquês, Momondo. Ele vai te ajudar a enxergar a questão da diversidade sob outro ângulo.

4.Seja humilde

Ficou bastante claro, naquela noite, que o cargo importa, sim, mas não é (ou não deveria ser) o determinante de quem você é e como se apresenta ao mundo. Por isso, saiba representar sua empresa, mas não se esqueça disso: é uma representação. Você é constituído pela soma de outros papéis e responsabilidades.

Citando Jim Collins, guru da gestão, “Um bom líder faz com que pessoas o sigam. O excepcional faz com que elas sigam uma causa.”. E como um eco a essa afirmação, Paula Bellizia disse que não deseja ser um exemplo, pois “exemplos sugerem a ideia de serem copiados e cópias matam a diversidade”. Claro que depois de ser ovacionada, ela completou: “Eu espero ser uma história para mostrar para meninos e meninas que eles podem ser o que eles quiserem”. <3 p="">

5.Fortaleça os seus valores

Todos nós passamos por momentos na carreira em que temos que tomar uma importante decisão – daquelas que irá reconfigurar toda a nossa trajetória. E aí, somos fortemente guiados por nossos valores.

É habitual que na ascensão profissional de um executivo, ele seja desafiado em níveis de complexidade cada vez maiores (sobre esse assunto, vale conferir o livro de Ram Charan – O Líder criador de líderes). Um posto no exterior é um claro indicativo da aposta da empresa em alguém na linha sucessória dos cargos mais importantes e foi exatamente esta a oferta feita à Paula: que se deslocasse para capitanear uma unidade da Microsoft nos EUA.

Qual seria a sua decisão se esta oferta fosse feita a você hoje? Provavelmente você está levando em consideração algumas variáveis importantes, afinal, mudar de país requer um mínimo de planejamento e disposição para atuar em uma cultura distinta, com outra condição de vida e desafios maiores que, claramente, exigirão maior responsabilidade. No caso de Paula, a família era o principal aspecto a ser considerado e por ela a executiva decidiu recusar a oferta.

Os valores guiaram a decisão da então Diretora de Operações e Marketing da Microsoft que, em seguida, foi chamada para trabalhar no Facebook e então na Apple, antes que a própria Microsoft a convidasse para o atual posto de CEO no Brasil.

Em um contexto em que apenas 9% dos cargos de CEO são ocupados por mulheres no mundo, encontrar exemplos inspiradores como esse é o combustível certo para mim e todas as mulheres que estão fazendo carreira no mundo empresarial, ainda que configurados nos novos modelos representados pelas startups. E para os homens também, histórias como essa não deixam de oferecer aprendizados para o desenvolvimento profissional imbuído de sentido e propósito.

E você, quem está te inspirando atualmente? Compartilhe e comente!



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.