Notícias

SALDO POSITIVO - Poupe seu dinheiro hoje para desfrutar sua vida no futuro [VÍDEO]

      
SALDO POSITIVO - Poupe seu dinheiro hoje para desfrutar sua vida no futuro
SALDO POSITIVO - Poupe seu dinheiro hoje para desfrutar sua vida no futuro  |  Fonte: Shutterstock
Andy de Santis - Universia Brasil

Andy de Santis

É educadora e consultora financeira. Andy comanda a série Saldo Positivo. Acompanhe!

Sejamos sinceros. No início da carreira profissional, quando começamos a receber os primeiros salários, só queremos saber de uma coisa: curtir a vida ao máximo. Baladas, roupas, sapatos, smartphones, viagens e tudo mais que o dinheiro puder comprar. Se alguém tenta nos dizer para reservar parte do que recebemos, é como um balde de água fria: logo associamos a ideia de poupar dinheiro com deixar de viver o momento presente.

Pois é exatamente para desfrutar a vida hoje e continuar aproveitando no futuro que devíamos controlar um pouco mais o desejo de gastar tudo que recebemos. Por isso, darei a vocês uma dica que fez toda a diferença na minha vida: poupe parte da sua renda hoje, para não ter que se poupar de viver no futuro.

Gostaria de ter recebido essa dica ainda quando jovem, pois o melhor momento para se aprender – e praticar – educação financeira é na juventude, quando começamos a ter contato com nosso próprio dinheiro.

Se você, mensalmente, recebe um salário, mas, todo mês, gasta além do que ganha ou não consegue guardar nada, está se prendendo às escolhas do passado e reduzindo suas chances de fazer novas escolhas no futuro.

Eu te garanto: em alguns (ou vários) momentos da sua vida, você vai querer mudar. Eu mesma quis (e continuo querendo). Seja de casa, profissão, empresa, país, o que for – a mudança faz parte da nossa trajetória. No entanto, se você estiver com dívidas ou não tiver uma reserva, não conseguirá enfrentar os desafios ou aproveitar as oportunidades que as mudanças trazem. Agora, se você poupar um pouco a cada mês, daqui 10 anos terá a liberdade e os recursos necessários para mudar de direção.

Guardar dinheiro não é difícil, basta ter disciplina e força de vontade. Abaixo, listei quatro passos fundamentais que me ajudaram a poupar. Que tal começar?

GUARDE DINHEIRO ASSIM QUE RECEBER O SALÁRIO
Pense em uma quantia que você quer guardar por mês. Para assegurar que você consiga realmente poupá-la, assim que receber seu salário, já transfira o valor para uma poupança ou outro produto de investimento. Uma boa solução é utilizar a opção de aplicação programada que há em sua conta no Banco. A ferramenta permite que você defina uma quantia para ser transferida mensalmente direto para sua poupança, por exemplo. Quanto menos você tiver contato com esse dinheiro, menos vontade terá de utilizá-lo. Lembre-se: ele não pode fazer parte das suas contas mensais.

ESCOLHA BEM ONDE POUPAR
Existem diversos produtos em que é possível poupar – e até mesmo investir – seu dinheiro: poupança, renda fixa, tesouro direto, ações, previdência. Procure auxílio para avaliar e escolher o investimento que se encaixe à sua realidade e ofereça a melhor combinação entre retorno, risco e disponibilidade. Leia mais sobre esses conceitos aqui.

POUPE PENSANDO A CURTO, MÉDIO E LONGO PRAZO
Para organizar-se monetariamente, é importante ter um planejamento financeiro. Você pode dividi-lo em três partes: a curto, médio e longo prazo. Curto prazo significa a quantia que você vai guardar para gastos do dia a dia, como imprevistos; médio é o valor que você deseja poupar para investir em estudos ou viagens; e longo é um investimento que você pode fazer para o futuro, ou seja, uma quantia de dinheiro que você pode reservar mensalmente para planos como comprar um carro, adquirir um imóvel ou parar de trabalhar aos 48 anos. Veja mais sobre isso aqui.

AVALIE O QUE É ESSENCIAL E SUPÉRFLUO
Ao longo desse texto, você pode ter se questionado se irá viver e trabalhar apenas para poupar dinheiro. Já adianto a resposta: não! É possível (e saudável) guardar pensando no futuro ao mesmo tempo em que desfruta do presente. O segredo está em analisar o que é essencial e supérfluo para você naquele momento.

Todo mês, ao receber, analise o que você realmente precisa adquirir durante o período. Tendemos a consumir mesmo quando não precisamos comprar – procure fugir dessa emboscada. Veja o que de fato é essencial para sua vida. Eu tive que fazer esse exercício quando mudei de carreira, afinal, precisava de condições para realizar da mudança: garanto que o planejamento deu certo!



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.