Notícias

Ainda cai gramática no vestibular?

      
Ainda cai gramática no vestibular?
Ainda cai gramática no vestibular?  |  Fonte: Universia Brasil

ENEM: SIMULADO + PLANO DE ESTUDOS GRÁTIS!

CADASTRE-SE!

Nos corredores dos cursinhos, no horário de estudo dos vestibulandos, na conversa dos estudantes de terceiro ano aparece a pergunta “Ainda cai gramática no vestibular?”. Você ouve ela em todas as lições de casa de gramática que ficaram por fazer e em todas as aulas de cursinho de gramática em que as pessoas vão embora. Mas será que é verdade? Não cai mais gramática no vestibular?

Para responder essa pergunta, a Universia Brasil conversou com professor de gramática do Anglo Vestibulares Ian Oliver. Ele explica que ainda cai gramática nos vestibulares, mas que em parte deles, a matéria aparece de forma diferente do que os seus pais entendiam como gramática. São os vestibulares modernos, como o Enem e a Fuvest, que estão usando uma abordagem diferente do tema. Nos vestibulares tradicionais, por outro lado, a gramática continua bem parecida com o que ela sempre foi.

Veja abaixo qual é a diferença entre os vestibulares tradicionais e modernos, e quais conteúdos de gramática você pode esperar do vestibular:

Vestibulares tradicionais

Vunesp – PUC - ITA

Os vestibulares tradicionais são mais conteudistas, ou seja, cobram que o candidato decore termos, fórmulas e cada um dos nomes que você vê nos livros didáticos. Em gramática, isso se reflete na cobrança de nomenclaturas técnicas, em questões compostas por uma frase e a missão de classificar alguma parte dela.

De acordo com o professor Oliver, a tendência é que os vestibulares deixem de priorizar isso, Muitos deles, porém, ainda cobram a gramática exatamente como você vê nos livros e como as gerações anteriores a aprenderam. “As provas estão se modernizando, mas tem umas que ainda insistem em cobrar ‘conteúdos decorados’, digamos assim” ele diz.

Conteúdos frequentes: morfologia, sintaxe e apreensão de sentido.

Para estudar para esse tipo de vestibular não tem jeito: você precisa estar com os nomes na ponta do lápis. Então estudar com um livro de gramática do lado é inevitável. O professor Oliver aconselha que o candidato revolva questões dos vestibulares que vai prestar antes de fazer a prova, para já se preparar para a “pegada” da prova. “Estudar fazendo questões do vestibular que ele vai prestar. A prova de português, sobretudo de gramática é muito heterogênea. A gente tem vários tipos de provas de gramáticas” ele afirma.

Você encontra provas anteriores da Vunesp aqui, da PUC aqui e do ITA aqui.

Exemplo de questão:

(ITA - 2017) Marque a alternativa em que o verbo destacado está classificado corretamente quanto à transitividade.

VTD – verbo transitivo direto
VTI – verbo transitivo indireto
VI – verbo intransitivo

a) [...]devemos duvidar (ou ao menos manter certa ressalva) de proposições imediatistas e aparentemente fáceis. – VTD
b) Na maioria das vezes, o discurso midiático perde seu significado original na controversa relação emissor/receptor. – VTI
c) A mídia é apenas um, entre vários quadros ou grupos de referência, aos quais um indivíduo recorre como argumento para formular suas opiniões. – VTI
d) Nesse sentido, competem com os veículos de comunicação como quadros ou grupos de referência fatores subjetivos/psicológicos [...] – VTD
e) Evidentemente, o peso de cada quadro de referência tende a variar de acordo com a realidade individual. – VI

Resposta: C

Vestibulares modernos

ENEM – FUVEST - UNICAMP

A proposta de vestibulares modernos é colocar os conteúdos do ensino médio dentro do contexto da vida do estudante. Por isso, você não vê mais questões do tipo “O que é isso?” com tanta frequência neles. Os conteúdos aparecem aplicados a alguma realidade, e além de conhece-los, o candidato precisa interpretá-los.

No caso de gramática, isso se reflete numa importância maior da interpretação de significados e variedades linguísticas do que o conhecimento de nomenclaturas. O professor Oliver explica que isso é resultado da mudança da forma como as escolas ensinam: “O ensino de português passou por uma mudança de estilo muito grande. Da ditadura militar para cá, o professor de português deixou de ser alguém que simplesmente ensina a norma culta, para ser um professor de efeitos de sentido. Então, não é mais uma questão de saber a norma culta e decorar os nomes”.

Conteúdos frequentes: Semântica, sentido literal e figurado, denotação e conotação, significados implícitos, apreensão de sentido, interpretação de texto.

A mentalidade de que o bom aluno é aquele que decora tudo mudou. “Um bom falante do português é aquele que domina os mecanismos da língua, tanto da norma culta quanto da norma popular”, explica o professor Oliver.

Mas só porque você não precisa decorar as dez classes morfológicas não significa que estudar gramática não é mais necessário, e muito menos que a gramática parou de cair no vestibular. O que mudou é o foco da matéria, que antes era o conhecimento decorado, e agora é o aplicado. Mais do que nunca, é importante resolver questões dos vestibulares que você vai prestar para se preparar para os tipos de conhecimento exigidos.

Você encontra provas anteriores do Enem aqui, da Fuvest aqui e da Unicamp aqui.

Exemplo de questão:

(Fernando Gonsales, Níquel Náusea. Disponível aqui. Acessado em 15/07/2016.)

(Unicamp - 2017) Na tira acima, o autor retoma um célebre lema retirado do Manifesto Comunista (1848), de Karl Marx e Friedrich Engels: “Operários do mundo, uni-vos!”.

Considerando os sentidos produzidos pela tirinha, é correto afirmar que nela se lê
a) uma apologia ao Manifesto Comunista, atenuada pela onomatopeia que imita o som (“zzzzzz”) das abelhas.
b) uma paródia do lema do Manifesto Comunista, baseada na semelhança fonética entre “uni-vos” e “zuni-vos”.
c) uma parábola para explicar o Manifesto Comunista por meio da semelhança fonética entre “uni-vos” e “zuni-vos”.
d) uma fábula que recria o lema do Manifesto Comunista, com base na linguagem onomatopaica das abelhas (“zzzzzz”).

Resposta: B



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.