• Quem é você?

Notícias

Professor: saiba o que é preciso para aumentar a motivação dos seus alunos

      
Fonte: Shutterstock
Fonte: Shutterstock

Ser professor não é apenas transmitir o conhecimento e torná-lo acessível aos alunos: é também ser um modelo de comportamento e um grande incentivador. Por isso, o primeiro passo para motivar os estudantes é demonstrar interesse e buscar novas formas de chamar sua atenção, fazendo com que a sala de aula seja um ambiente estimulante e aberto à integração. Nesse sentido, embora a boa vontade do professor seja fundamental, existem algumas técnicas de ensino que são fundamentais para encorajar os alunos. A Universia Brasil reuniu algumas delas abaixo, confira:

Leia também:
» Como ter um bom relacionamento com professores mal humorados
» Professor: Veja como incrementar suas aulas de inglês com 3 dicas
» EDUCAÇÃO: leia todas as notícias


1 - Empoderamento da classe

Permitir que os estudantes façam escolhas relevantes, como os métodos de avaliação ou incluir tópicos que eles desejem aprender na rotina é importante para que a turma sinta que suas escolhas são relevantes. Consequentemente, ao se sentirem valorizados, o interesse deverá aumentar.

 

2 – Estabeleça um propósito

Os alunos devem entender os motivos por trás do aprendizado para se engajarem no processo. Portanto, em vez de apenas ensinar equações, por exemplo, é melhor contextualizar o assunto, explicando a importância das fórmulas para a sua vida, com exemplos cotidianos.

 

3 – Não crie barreiras

A sala de aula não deve ser vista como um ambiente proibitivo pois, para participarem, os alunos precisam estar livres. Deixe claro que a sala é um local de troca de ideias, em que há espaço para todas as opiniões, no qual não é tolerado o desrespeito. Nesse caso também é importante não deixar que os alunos intimidem ou humilhem outros por suas colocações, mantendo a ordem na classe.

 

4 – Saia da rotina

Os jovens irão se interessar mais por qualquer matéria se perceberem que ela têm importância no seu cotidiano. Por isso, é interessante quebrar as barreiras da sala de aula, organizando visitações à museus, parques e bibliotecas.

 

5 – Ofereça opções

Dependendo de suas personalidades, os alunos se adaptam melhor a determinados tipos de trabalho. Para garantir que todos se destacarão em algo e se envolverão em projetos, crie uma variedade de aulas envolvendo desdetrabalhos em grupo até a criação de projetos ou entrega de resenhas individuais. Assim, em alguns momentos, todos se sentirão inclinados a demonstrar suas potencialidades.

 

6 – Incentive a competição

Jogos e atividades lúdicas são ótimas maneiras de engajar alunos mais competitivos, desde que a competição aconteça de maneira positiva e justa. Oferecer recompensas simples, tanto coletivamente, quanto individualmente é uma ótima forma de incentivo. Nesse caso, o prêmio pode ser desde uma sessão de filmes em aula para toda a turma como um doce para os alunos que venceram a disputa.

 

7 – Elogie

Em alguns casos, nada é mais motivador que elogios. Por isso, acompanhe de perto o desenvolvimento dos alunos e, quando necessário, elogie. Não o faça com frequência demasiada, pois a ideia é que isso seja especial. Certamente, aqueles que estiverem se esforçando para melhorar irão se sentir recompensado e trabalharão ainda mais.

 

8 – Envolva os interesses dos alunos

A escola deve estar próxima do universo dos estudantes e, para isso, nada melhor que colocar em sala de aula temas que os jovens tragam, ou que sejam relevantes para eles. Assim, ao perceber que a escola também está interessada nos alunos, há mais chances de o interesse ser recíproco.

 

9 – Forneça feedback e acompanhe o progresso

É normal que alguns alunos tenham dificuldade em matérias específicas. Uma ótima maneira de motivar aqueles que estão tentando melhorar é oferecendo feedbacks a cada lição, para que eles possam saber em quais pontos precisam se dedicar. Ao longo do ano, mostrar uma curva de progresso também é interessante para que os estudantes sejam impulsionados e continuem perseguindo os objetivos.

 

10 – Ensine os alunos a se auto motivarem

A força de vontade para alcançar os objetivos é algo superior aos anos de escola e deve ser trabalhada durante toda a vida, porém, a sala de aula é um ótimo ponto de partida. Para instigar esse sentimento, é importante ensiná-los a estabelecer prioridade e definir metas, através do diálogo e da interação.



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.