• Quem é você?

Notícias

4 dicas para ampliar o aproveitamento dos cursos online

      
Fonte: Shutterstock
Fonte: Shutterstock

Pesquisadores acreditam que os cursos online são ótimas ferramentas para complementar o conteúdo aprendido em sala de aula. Porém, os professores têm mais dificuldade de manter a atenção dos alunos, focados e engajados. 74% dos estudantes universitários têm problemas de procrastinação diretamente relacionados às distrações da internet. Com base nesses dados, a educação com certeza enfrentará mais problemas daqui para frente, já que cada vez mais discentes entram no universo dos cursos digitais. A seguir, 4 dicas para analisar se o aprendizado online está gerando resultados positivos:

Leia também:
» Aprenda a gerenciar seu tempo e aproveite ao máximo seu curso online
» Confira 5 dicas para aproveitar ao máximo um curso online
» EDUCAÇÃO: leia todas as notícias


1- Avalie as habilidades e estabeleça objetivos
A melhor forma de avaliar os progressos dos alunos é por meio de ferramentas onlines, que garantirão o sucesso das aulas virtuais. Quizzes e vídeos Q&A são ótimos para a avaliação e, se usados corretamente, mantém os alunos estimulados e engajados.


É essencial que os professores realizem perguntas sobre os conteúdos apresentados na sala de aula virtual. Com essas estratégias, os educadores são capazes de criar aulas personalizadas, estabelecer objetivos e dar mais responsabilidades aos alunos para aprimorarem por si só o conhecimento.

 

2- Amplie as formas de obtenção de aprendizado
Um método para atrair a atenção dos alunos é a criação de formas personalizadas de aprendizado. Alguns trabalhos podem ser em grupos, outros individuais, para despertar habilidades diferentes nos discentes. A Universidade de Maryland recomenda que os educadores invistam em alternativas tradicionais somadas a outras diferenciadas, como jogos.


Os professores conseguem maior aprendizado dos alunos quando dão situações reais que se conectam com o conteúdo dado em aula.

 

3- Previna a zona que não faz mais efeito

Uma das formas para evitar o desinteresse dos alunos é a transmissão de vídeos online. Assim, os estudantes se mantêm focados e previne a zona que não tem mais efeito.


Segundo estudos, instruções visuais deixam os estudantes mais engajados e conectados com a aula em um nível pessoal. 90% dos alunos acreditam que os vídeos melhoram o aprendizado. Além disso, a maioria prefere que haja discussões entre alunos e professor online, por vídeos-conferência.

 

4- Estabeleça opções flexíveis de aula
As novas tecnologias podem ser usadas para dar aos alunos mais flexibilidade de quando e onde aprender. Dessa forma, os alunos são capazes de escolher realizar os trabalhos quando estão mais focados e, consequentemente, conseguem resultados mais produtivos.


Pesquisas da Universidade de Michigan mostram que a quantidade de horas dormidas pelos alunos implica em uma memória e desempenho melhores, gerando maior sucesso acadêmico.


Além disso, os estudantes costumam a passar mais de 14 horas usufruindo das novas tecnologias e, por isso, cada um tem mais liberdade para escolher a plataforma que preferir para acessar as salas de aula virtuais. Assim, os horários escolhidos pelos estudantes são aqueles em que estão mais alertas e descansados.

 

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.