Notícias

Professora deixa mensagens de incentivo nas carteiras dos alunos

      
Fonte: Woodbury City Public Schools
A professora norte-americana Chandni Langford, que dá aulas para estudantes de 10 a 11 anos na Evergreen Avenue Elementary School, em New Jersey, Estados Unidos, ficou famosa nas redes sociais. O motivo? Chandni lançou mão de um método diferente e carinhoso para aliviar a tensão dos alunos no dia de uma prova decisiva.


Você pode ler também:
» Palestina é eleita a melhor professora do mundo
» Professora de 102 anos continua a ensinar alunos nos EUA
» Todas as notícias de Educação


Quando chegaram à sala de aula, prontos para serem avaliados, os estudantes se depararam com mensagens de incentivo personalizadas, escritas pela professora na mesa de cada um deles.

Chandni também deixou dois doces para cada um de seus pupilos e utilizou a hashtag #growthmindset no final das mensagens. O termo “growth mindset” foi criado pela professora e psicóloga Doutora Carol Dweck, da Universidade de Stanford, e significa ter a consciência para admitir o que você não sabe e manter viva a vontade de aprender.


Fonte: Woodbury City Public Schools

Em entrevista ao jornal britânico The Telegraph, a professora contou que a ideia surgiu após de ter visto uma ação similar na rede social Pinterest, feita por outra educadora. “Muitas crianças estavam tensas, pois se não conseguissem boas notas no exame elas poderiam ser reprovadas. Elas ficaram muito ansiosas com isso e eu achei que seria uma maneira fofa de incentivá-los”, contou Chandni ao The Telegraph.

Após serem postadas na página da escola no Facebook, as fotos das mensagens foram compartilhadas mais de 20 mil vezes.

Para uma aluna chamada Yovani, a professora escreveu “Não estou dizendo que será fácil, mas estou dizendo que valerá a pena. Faça seu melhor! ”. Para outra, chamada Ish, a mensagem foi “Sei que é a primeira vez que está fazendo esse teste. Aplique tudo o que sabe e deixe seu cérebro trabalhar! “.

A estudante Julissa, uma das alunas de Chandni, disse à reportagem que quando encontrou o recado, todo seu medo foi embora e soube que era capaz de concluir a prova. Outra estudante da turma, Emily, sentiu como se pudesse fazer qualquer coisa no mundo.

Fonte: The Thelegraph



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.