Notícias

A importância do incentivo à leitura para o futuro educacional

      
A importância do incentivo à leitura para o futuro educacional
A importância do incentivo à leitura para o futuro educacional  |  Fonte: Shutterstock
Vera Murányi Kiss - Fundação Péter Murányi

Vera Murányi Kiss

Vera Murányi Kiss, descendente de húngaros, tem uma visão humanista e integrativa dos diversos aspectos da vida. É presidente da Fundação Péter Murányi, que reconhece pesquisas que melhoram a qualidade de vida de populações em desenvolvimento. Assina a coluna Olhar Científico 

As pessoas da minha geração, talvez lembrem com carinho da expectativa que tinham pela hora de dormir. Em muitos lares, era a hora dos pais lerem histórias.... Quer fossem verídicas ou não, estas leituras eram o passaporte para uma viagem mágica: seres místicos, heróis, aventuras, piratas, fadas e duendes embalaram os sonhos das crianças daquela época.

Contudo, talvez tão importante quanto este momento de recolhimento familiar, a leitura propiciava uma importante oportunidade de desenvolver a imaginação e a criatividade em volta da história narrada. Ao contrário de filmes, que vem prontos, no livro cada leitor desenvolve os detalhes do seu universo.

Aquele hábito de ouvir história infantil à noite, seria a semente a germinar o leitor adulto. Entretanto, nas últimas décadas, boa parte desses leitores em potencial vem abandonando o hábito, por enxergar nessa prática uma espécie de “obrigação”. Consumir horas de seu dia com um livro nas mãos parece algo distante, descolado de sua realidade, que apresenta tantas outras opções atrativas (com o conteúdo já pronto).

Os jovens vêm procurando respostas mais imediatistas, onde uma imagem traduz muito mais que mil palavras.... Aliás, as leituras obrigatórias podem ser consideradas as grandes responsáveis por afastar crianças e adolescentes do contato com os livros, apesar das experiências positivas vividas em seus primeiros anos de vida.

Como mudar essa realidade? Como transformar esse público jovem resistente em leitores assíduos? O que fazer para despertar e manter acesa neles a chama do amor pela literatura? A resposta veio com uma proposta inusitada: Colocando-se no lugar do autor das obras, resgatando-lhes a criatividade.

Desenvolvido pela Associação Casa da Árvore, o projeto “E se eu fosse o autor?”, usa o apelo dos best-sellers, transformados em filmes campeões de bilheteria, para trazer crianças e jovens de volta ao universo das letras. Ao substituir livros clássicos por essas obras, os educadores envolvidos no projeto conseguiram despertar o amor pela leitura naqueles que resistiam a consumir qualquer tipo de literatura.

Até mesmo a tecnologia, tida por alguns como vilã e, também, responsável pela morte do livro em papel, encontra espaço na iniciativa da Casa da Árvore. Com a ajuda de smartphones e tablets, os alunos não apenas leem os livros sugeridos, mas os compreendem de fato, reescrevendo as histórias em diversos formatos, discutindo e analisando cada ponto, fazendo com que a leitura não seja apenas mais divertida, mas muito mais produtiva, e tornando os estudantes protagonistas da própria narrativa.

E se eu fosse o autor, será que eu faria o mesmo? Muito provavelmente, sim. Afinal, todo escritor gostaria de ver o fruto de sua criação amplamente propagado, discutido e, por que não, recriado pelas mãos de um público que aprendeu a usar os novos meios de comunicação para ampliar seu conhecimento.

E qual alternativa melhor para disseminar o amor pela leitura do que utilizar a tecnologia? As crianças e jovens dos dias atuais são tão ou mais criativos do que os de gerações anteriores. Para aproveitar seu potencial, basta dar-lhes asas. Ou algo com que entender e questionar a realidade a seu redor. Por suas características diferenciadas, o projeto “E se eu fosse o autor” venceu a 16a edição do Prêmio Péter Murányi - Educação.

SEJA UM USUÁRIO UNIVERSIA E PARTICIPE DE UM CLUBE DE VANTAGENS EXCLUSIVO!

Crie seu cadastro grátis


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.