Notícias

Novo Fies: faculdades só podem aderir se investirem em fundo garantidor

      
Novo Fies: faculdades só podem aderir se investirem em fundo garantidor
Novo Fies: faculdades só podem aderir se investirem em fundo garantidor  |  Fonte: Universia Brasil

BOLSAS DE ESTUDOS DE ATÉ 83% PARA GRADUAÇÃO E PÓS!

GARANTA JÁ A SUA!

As faculdades que quiserem participar do novo Financiamento Estudantil (Fies) deverão investir no Fundo Garantidor do Fies (FG-Fies) a partir de 2018. Decisão faz parte de medida provisória sobre fundo.

Segundo a medida, o total do aporte de cada instituição não poderá ficar abaixo de 10% do valor gasto pelo Fies. Tal decisão equivale aos sete primeiros anos do fundo. Entre o segundo e o quinto ano, o aporte deve girar em torno de 10% a 25%, utilizando novos cálculos daí em diante.

Saiba tudo sobre o Fies e fique por dentro

Atualmente, o fundo garantidor do Fies cobre inadimplência de até 10%, o restante é arcado pelo Tesouro. Segundo as novas regras, o fundo garantidor cobrirá até 25% desse valor e o Tesourou fica responsável por R$ 500 milhões nos primeiros quatro anos.

O MEC determinou três modalidades do programa, que varia de acordo com a renda familiar do estudante. Serão ofertadas 300 mil vagas no total, sendo 100 mil sem juros para alunos de baixa renda.



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.