Notícias

Reitores das melhores universidades do país se reúnem para discutir empreendedorismo nas IES

      

Na terça-feira, 7, a Sede do Santander em São Paulo recebeu o XXVIII Conselho de Reitores, evento que teve a participação de membros das principais instituições de ensino superior do Brasil. Também participaram do evento o diretor global da Universia e Santander Universidades, Javier Roglá, o diretor do Santander Universidades Brasil, Ronaldo Rondinelli e o diretor geral da Universia Brasil, Anderson Pereira.

A pauta foi um assunto bastante discutido no segmento da educação nos dias de hoje: maneiras de fomentar o empreendedorismo nas IES e construir redes colaborativas para direcionar e apoiar os alunos.

O evento foi organizado pela Universia e a mediação do debate ficou a cargo do presidente do Santander Brasil, Sérgio Rial. Os participantes discutiram sobre o cenário mundial para o indivíduo que tem o objetivo de criar e manter seu próprio negócio.

O diretor geral da Endeavor, organização de apoio ao empreendedorismo presente em diversos países ao redor do mundo, Juliano Seabra, trouxe números desse mercado e, também, tendências sobre a empregabilidade. “Os jovens dessa geração têm mais vontade de empreender e possuem mais conhecimento no assunto e possibilidades de implementação”, diz.

 

Satisfação com empreendedorismo no ensino é de 36%

Pesquisa realizada pela Endeavor mostra que apenas 36% dos alunos declararam estar satisfeitos com as iniciativas de empreendedorismo. O estudo abordou 2.230 alunos e 680 professores de 70 IES de diferentes regiões do Brasil.

De acordo com o levantamento, dentre os pontos que motivam esse índice estão, por exemplo, o foco dos conteúdos acadêmicos na inspiração e pouca valorização das práticas presentes nas vivências dos empreendedores.

Seabra comentou um case norte-americano, o do respeitado Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), que reúne mais de 30 mil empresas fundadas por ex-alunos da instituição. Para o diretor da Endeavor, esse deve ser um incentivo a ser trabalhado, com apoio da Universia, para potencializar o empreendedorismo em toda rede de universidades do Brasil.

 

Caminhos para o empreendedor

A reunião do XXVIII Conselho de Reitores debateu soluções para essa questão, que foram elencadas em três etapas:

  1. Sensibilização, por meio de um processo de desmistificação do empreendedorismo e auto conhecimento dos alunos;
  2. Ação, visando à oportunidades de negócios e melhor maneira de iniciá-los;
  3. Gestão, com o objetivo de estabilizar o empreendimento, buscar formas de crescimento e de desenvolver empresas de alto impacto.

A Universia apoia os empreendedores nessa jornada em diversas frentes, com o fornecimento de conteúdo de relevância e a criação de novas oportunidades no mercado de trabalho, com os programas de estágio e a plataforma Universia Emprego.



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.