Notícias

Como nos filmes: saiba como fazer o high school nos Estados Unidos

      

Quem nunca viu uma cena parecida com essa que vamos descrever: um corredor de escola, repleto de armários dos dois lados, jovens conversando ao centro, cada um com sua turma, até que soa um sinal e todos saem correndo para as salas de aula.

A imagem do high school, que é modelo do Ensino Médio nos Estados Unidos, é amplamente divulgada e é reconhecida mundialmente.

Mas as diferenças do modelo brasileiro não ficam apenas no visual – há outros pontos bastante distintos e que, cada vez mais, têm chamado a atenção de estudantes brasileiros interessados em viver essa experiência de educação internacional.

 

Quais as diferenças entre o Ensino Médio do Brasil e dos EUA

As principais diferenças – lembrando que são muitas – entre os modelos de ensino brasileiro e norte-americano, no Ensino Médio, estão em diversos pontos da rotina escolar.

Uma das características que sempre são citadas durante as comparações está diretamente ligada ao conteúdo da grade escolar.

No high school existe a possibilidade da escolha de disciplinas. Isso significa que algumas matérias mais específicas são oferecidas ao estudante, que pode fazer essa escolha já no Ensino Médio – essa prática é bastante comum no período da faculdade.

Essa diferenciação também é evidente no nível de dificuldade explorado em cada disciplina.

Existem turmas que possuem níveis distintos e que agrupam estudantes com desempenhos semelhantes – de acordo com essa metodologia de ensino, essa é uma proposta que favorece o aprendizado como um todo.

 

Como fazer o high schoolfora do Brasil

Esse sistema, que ficou mais famoso pela sua divulgação em terras norte-americanas, também existe em outros países, como Canadá, Irlanda, Alemanha, entre outros.

Existe, sim, a possibilidade de cursar o ensino médio no exterior.

Jovens com idade entre 14 e 19 anos que têm o interesse em viver essa experiência de ensino internacional devem se preparar com antecedência.

Lembre-se que os semestres escolares são diferentes em cada país. É necessário ter todos os preparativos necessários alguns meses antes.

As instituições de ensino e educação a que o estudante pertence devem ser informadas e fornecer as orientações necessárias sobre essa atividade.

 

Auxílio e consultoria

Diante das complexidades que envolvem o planejamento de uma experiência de fazer o high school fora do Brasil, muitas empresas investem na preparação de famílias interessadas.

Procure em sua cidade agências especializadas nesse tipo de atividade, que vão cuidar, inclusive, de trâmites como visto, passagem, hospedagem, etc.

Bons estudos!



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.