Notícias

Descubra como ser um aluno destaque acadêmico em 5 passos

      

Ser destaque acadêmico enquanto cursa a graduação pode representar a abertura de muitas portas, dentro e fora da faculdade.

Ter notas altas é parte de um conjunto de ações que, se colocadas em prática, farão com que você ganhe respeito e confiança, tanto dos professores quanto dos colegas de curso.

Siga os passos a seguir e turbine a sua carreira desde já!

1. Aplique-se nos estudos

Estudar nunca sai de moda. Embora os métodos de ensino evoluam com o tempo, a forma tradicional de avaliação é a mesma desde sempre. Você assimila os conteúdos passados pelos professores, e depois faz testes ou trabalhos para mostrar o quanto sabe.

Nesse sentido, o salto de qualidade está em não se limitar a aprender apenas quando estiver em sala. Principalmente para quem concilia trabalho e estudo, todo tempo é precioso. Por isso, quanto mais você “espremer” do tempo disponível para rever o que foi passado nas aulas, melhor. A dica aqui é aproveitar todo e qualquer tempo que possa servir para reforçar o que foi aprendido. Vale aproveitar o tempo no metrô, na sala de espera do consultório ou mesmo os intervalos entre as aulas.

Tenha a certeza de que, na hora de ser avaliado, sua dedicação não passará despercebida.

2. Realizar atividades extracurriculares

Um dos desafios mais comuns em cursos de graduação, em especial os da área de humanas, é a suposta desconexão entre a teoria e a prática. No entanto, mesmo que seja papel da instituição de ensino garantir o aprendizado em todos os níveis, a sua iniciativa conta, e muito, para avançar nesse quesito. É aí que entram as atividades extracurriculares, exigidas pelas faculdades para a formação.

Na verdade, o que se espera de um aluno do ensino superior é que, ao longo do curso, ele vá se tornando também um produtor de conhecimento. Essa é uma consequência natural do processo de aprendizagem: ele nos capacita também a ensinar e disseminar saber.

Se você já tem algum tipo de campo ou assunto de interesse, já tem meio caminho andado para isso. Procure por locais fora do campus — que podem ser empresas, ONGs, ou órgãos públicos — que desenvolvam ações na linha de pesquisa ou de voluntariado.

Na sua própria instituição de ensino, também é provável que já existam grupos de pesquisa, geralmente organizados em centros acadêmicos.

Independentemente de onde você venha a desenvolver as atividades extracurriculares, o mais importante é que elas serão fundamentais para alcançar o merecido destaque acadêmico.

3. Demonstrar interesse e apoio ao professor

Sua postura em sala também pesa favoravelmente em termos de reputação. Por mais que um professor pareça discreto, tenha a certeza de que ele leva em consideração a sua participação nas aulas.

Por isso, além de prestar a máxima atenção enquanto o docente explica os conteúdos ou resolve questões, mantenha-se atento às perguntas que ele fizer. Embora toda dúvida seja útil, o teor das suas questões é também avaliado. Afinal, uma pergunta sobre um tema que já tenha sido explicado em outra aula evidencia que, naquele dia, você não estava atento, o que não é bom para quem quer se destacar.

Seu interesse também mostra disposição em cooperar para que a aula seja o mais produtiva possível. Para os professores, nada compensa tanto quanto sentir que o que estão ensinando faz diferença. Considere o trabalho do professor, e com certeza sua boa vontade será retribuída.

Perceba que mostrar interesse não é o mesmo que bajular, até porque essa é uma atitude pouco recomendável para quem almeja ser um bom exemplo. Sendo assim, faça perguntas diretamente relacionadas aos conteúdos, evitando sempre que possível comentários fora do contexto da classe. Seja um líder!

4. Participar em sala de aula

Há casos em que a aula parece não render tudo que poderia. A matéria é interessante, mas o professor não tem muita habilidade para explicar ou reter a atenção. Também pode ser o contrário: o professor, por empatia, acaba se tornando o centro das atenções, em detrimento do conteúdo.

De qualquer forma, uma aula que não esteja cumprindo com a missão de transmitir conhecimento não é boa para o seu currículo. Se perceber que isso está acontecendo, sua participação pode ser decisiva para que as coisas retomem o seu curso normal.

Caso o professor não esteja conseguindo atrair os olhares, desperte o interesse das pessoas pela aula, fazendo perguntas sobre o que está sendo ensinado. Não se acanhe, afinal, a tendência nesses casos é que o professor passe a lecionar falando diretamente com você, conforme ele perceba que você está mais interessado do que os outros.

Dessa forma, você estará se ajudando, ao professor e até os colegas desinteressados, que poderão olhar para aquela aula de outra forma, dependendo da sua participação.

5. Use a internet para se organizar

A partir do momento em que você toma a decisão de se destacar no contexto acadêmico, deverá assumir diversas responsabilidades. Esteja pronto para comparecer a eventos e palestras, além de estar em locais onde você vai ver e ser visto por pessoas importantes para a sua trajetória universitária e profissional.

Considerando a grande demanda por tempo, que só tende a aumentar, é imprescindível que você se organize muito bem.

Para não perder o controle sobre o seu ativo mais valioso, use as ferramentas online. Pelo celular mesmo, você poderá baixar os seguintes aplicativos de gestão do tempo:

Com organização e controle, você também evita as desculpas esfarrapadas de que falta tempo para estudar e dar conta de tantas atividades. Todos nós temos à disposição as mesmas 24 horas do dia — a diferença é que há pessoas que sabem utilizá-las e outras que ainda precisam aprender.

Está totalmente em suas mãos a chance de ser um aluno que faz a diferença ou apenas mais um que frequenta aulas apenas com a meta de ser aprovado. Portanto, mãos à obra! Só depende de você ser um destaque acadêmico e começar uma carreira de sucesso!

Outra maneira de se destacar na faculdade é garantir presença em eventos para o público universitário. Conheça as feiras de profissões e como elas podem ajudar a encontrar o emprego ideal!



    Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.