• Quem é você?

Notícias

4 dicas de como selecionar as disciplinas optativas da graduação

      
Converse com alunos veteranos que já tiveram que escolher as optativas
Converse com alunos veteranos que já tiveram que escolher as optativas  |  Fonte: Shutterstock
  • Na hora de escolher as disciplinas optativas, muita gente prefere simplesmente pegar as mais fáceis ou que exigem menos trabalhos e presença, apenas com a intenção de passar.
  • Alguns até mesmo questionam a necessidade de se ter as disciplinas optativas, já que elas não são essenciais para que todos os alunos saiam com o mínimo de informação.
  • As disciplinas optativas são uma oportunidade de melhorar seu currículo. Elas são também uma forma de começar a se direcionar para uma área de estudo ou carreira.

As disciplinas optativas oferecidas pelos cursos de graduação permitem que você customize sua capacitação profissional. Como as possibilidades no mercado de trabalho são diversas, nem todos os graduandos precisam se interessar pelas mesmas abordagens em sala de aula.

As disciplinas optativas fazem parte da grade curricular de muitos cursos universitários. No entanto, escolher as matérias para cursar apenas em função do aprendizado, sem obrigatoriedade, pode não ser uma tarefa fácil.

Existem três categorias de disciplinas

  • Obrigatórias:  todo aluno tem que cumpri-las.
  • Eletivas: o aluno escolhe quais ele vai fazer, mas precisa totalizar um número mínimo de créditos associados a elas.
  • Optativas:  o estudante não precisa cumprir essas disciplinas, mas elas estão aí, oferecendo oportunidade de aprendizado.

Apesar de não ser possível aprender tudo que há sobre a profissão durante a graduação, com as optativas o aluno tem a chance de aprender mais algumas habilidades que lhe serão úteis ao longo da carreira.

As optativas servem também para incrementar o currículo, deixando a grade acadêmica mais apta a lhe preparar para as áreas da profissão que você tem maior intenção de exercer.

Como escolher as disciplinas optativas?


1. Informe-se sobre a grade curricular do seu curso

É possível saber através da Internet qualquer programa de graduação no Brasil. Veja o que oferece a grade curricular do curso que você escolheu. Lá também estarão as optativas.

2. Converse com veteranos

Quem já tem mais de meio caminho andado no curso de graduação pode falar sobre as opções de optativas e te dar uma noção do que cada uma das disciplinas acaba direcionando mais.

O coordenador do curso de graduação pode oferecer orientações a respeito.

3. Veja os pré-requisitos

Quando você encontrar a disciplina que te interessou, informe-se e organize-se para poder cursá-la, pois ela pode não ser oferecida todos os semestres.

Veja também se existe algum requisito para cursá-la, como ter cursado outra optativa anteriormente, ou que requer que você adquira algum equipamento de alto custo, ou ainda se envolver um período de dias de afastamento do local de residência. Tudo isto exige um planejamento prévio.

4. “Saia da caixinha”

Você não tem porque cursar uma disciplina optativa no instituto em que você se matriculou. Se você tem interesse em ampliar para outra área o estudo da graduação que está cursando, vá até outras áreas de conhecimento. Amplie seus horizontes e enriqueça seu currículo com matérias diferenciadas que lhe serão úteis na especialidade da sua profissão. A interdisciplinaridade está em alta.  


Não deixe de escolher uma disciplina optativa ou outra para a grade curricular apenas porque ela tem fama de trabalhosa ou complicada. Mantenha-se focado nos seus objetivos e aproveite o máximo que puder da faculdade para construir o currículo.



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.