• Quem é você?

Notícias

Os caminhos para se estudar fora do Brasil

      
Os caminhos para se estudar fora do Brasil
Os caminhos para se estudar fora do Brasil  |  Fonte: istock

Mas apesar de atualmente existirem muitos cursos de nível superior no país, estudar fora do Brasil ainda enche os olhos dos estudantes universitários e secundaristas. Os primeiros, visando uma pós graduação, enquanto os segundos querendo fazer toda a formação de nível superior em universidades estrangeiras.

A crise vivida pelo país desde 2014 intensificou esta tendência, e muitos estão escolhendo viver fora do Brasil. Evidentemente, a posse de um diploma de nível superior por uma faculdade estrangeira abre portas nos países desenvolvidos do Norte.

Conhecendo os Caminhos 

Por esse motivo, é importante conhecer os melhores caminhos para se estudar fora do Brasil, pois serão muitos os que virão oferecer uma oportunidade de estudo ou de trabalho em países da Europa. E muitos destes “agentes” são na verdade quadrilhas criminosas que se aproveitam da alta da procura por vistos de cidadania europeia e dupla nacionalidade.

Na verdade, existem órgãos oficiais dos países interessados em receber os estudantes, que fazem o acompanhamento do candidato ao longo do processo e promovem o intercâmbio entre eles e as universidades estrangeiras. Este é o caminho mais seguro. Faremos a seguir uma apresentação dos principais órgãos de intercâmbio.

DAAD - Servico Alemão de Intercâmbio Acadêmico

O DAAD é um dos principais órgãos de intercâmbio. A Alemanha é um país multicultural que aceita de braços abertos estudantes de vários países e culturas do mundo. Através do site do DAAD, o candidato a estudar na Alemanha pode encontrar o curso e a universidade de interesse, pode encontrar bolsas de estudo e informações sobre a Alemanha.

Os cursos na Alemanha costumam ser oferecidos em inglês e alemão. E caso seja necessário, o candidato pode passar um período estudando alemão na Alemanha antes de começar os estudos. De todo modo, para ser elegível a uma bolsa de estudos, o candidato precisa ter um excelente histórico acadêmico e inglês fluente.

Através do DAAD o estudante tem acesso a informações sobre bolsas de mestrado e doutorado. Existe a possibilidade de bolsa-auxílio para cônjuges e filhos, e também ajuda de custeio com o transporte aéreo.

Site do DAAD: https://www.daad.org.br/pt/quem-somos/

Campus France

Assim como o DAAD, através do site Campus France o estudante consegue acessar o catálogo de universidade e cursos que são oferecidos na França, bem como as bolsas disponíveis para mestrado e doutorado.

É também através do site Campus France que o aluno se candidata às bolsas de sua escolha, pois o site é conectado às principais universidades francesas.

Estudar fora do Brasil na França é bem simples e relativamente barato em relação a outros países, pois o ensino superior é público e as taxas que os alunos pagam são baixas. As bolsas de estudo, neste caso, cobrem as despesas com moradia e transporte. Fora isso, o estudante tem permissão de trabalhar em meio período na França.

Para ser elegível a estudar na França, o candidato precisa apresentar um diploma de proficiência em Francês (DALF, DELF ou TCF), carta motivacional e bom desempenho acadêmico.

Site: https://www.bresil.campusfrance.org/

Eduportugal

Eduportugal é um portal da internet mantido por universidades portuguesas e que é especializado em orientar os estudantes brasileiros no processo de escolha, candidatura e informação sobre universidades e faculdades de Portugal.

Matricular-se em uma universidade portuguesa é um processo relativamente fácil para os brasileiros que vivem por lá. Algumas instituições de ensino aceitam a nota do ENEM e o fato de sermos lusófonos facilita ainda mais o processo. Além disso, o sistema educacional português possui uma colocação melhor que o brasileiro no ranking mundial.

Outro atrativo é a opção de cursos na modalidade e-learning. Entretanto, se o aluno não possuir uma bolsa, estudar em Portugal pode se tornar um empreitada relativamente cara, pois o ensino superior é privado e os estudantes estrangeiros podem pagar até 7.000 euros por ano.

Site: 
https://eduportugal.eu/gclid=CjwKCAjwlujnBRBlEiwAuWx4LYNnVaAW7zebTfSdRPL43E8xsTdo53nbdQD21uMwvm74SpOH6KE7FRoC1OAQAvD_BwE



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.