• Quem é você?

Notícias

Estudar à noite: a estratégia dos vencedores

      
Estudar à noite: a estratégia dos vencedores
Estudar à noite: a estratégia dos vencedores  |  Fonte: istock

Mas o que leva alguém a estudar à noite?

Em geral, as pessoas que já possuem algum emprego, costumam estudar à noite como uma forma de se prepararem para concursos públicos ou quando buscam estudar uma nova graduação. Raros, são aqueles que, jovens e sem trabalho, optam livremente por estudar à noite.

Estudar à noite é visto, portanto, como uma necessidade e não como uma estratégia. E é aí que reside o engano!

O TESTEMUNHO DA CIÊNCIA

Vários estudos científicos apontam que o cérebro humano durante o sono consolida o que aprendeu durante o dia. Isto significa que estudar um pouco antes de dormir aumenta as chances de aprendizado.

Outros testes científicos apontaram para um melhor desempenho dos estudantes notívagos em testes de QI. Todavia, isto não quer dizer que devemos nos privar do sono, pois ele em si é importante para que o cérebro organize os conhecimentos adquiridos ao longo do dia.

Portanto, é preciso ficarmos alertas para não confundirmos estudar à noite, que pode ser bem produtivo, com dormir poucas horas de sono por dia, o que pode fazer todo esforço ir por água abaixo.

A ARTE DA ESTRATÉGIA

Estudar à noite pode funcionar como um diferencial tanto para os que apenas estudam quanto para os que trabalham.

Mesmo os estudantes de nível médio ou fundamental necessitam de cursos adicionais, como por exemplo idiomas, informática etc. Quem estuda no período diurno, caso da maioria, provavelmente precisará utilizar o noturno para fazer estes estudos complementares.

E ter estudos complementares, no mundo competitivo em que vivemos, é uma estratégia fundamental. Quem não possuir conhecimento de pelo menos dois idiomas estrangeiros (inglês e espanhol são básicos) e o pacote office, dificilmente conseguirá uma boa vaga de emprego.

Quanto àqueles que já possuem uma profissão, o  estudo noturno lhes proporciona o tempo necessário para que façam uma nova faculdade ou se preparem para um concurso público. E neste último caso estudar à noite no curso não basta, mas como dizem alguns professores de cursinho “é o estudo de meia-noite às três que faz o diferencial”.

No altamente competitivo universo dos concursos públicos, se o candidato não dedicar, além do estudo do curso, algumas horas de estudo em casa, principalmente durante a madrugada, que é o tempo que resta para aqueles que trabalham, dificilmente ele conseguirá a vaga.

MANTENDO A MODERAÇÃO

O lado negativo, como foi apontado acima, é que estudar à noite e depois não ter um descanso apropriado, em vez de ser benéfico pode ocasionar um problema de saúde mais grave.

Neste sentido, é preciso manter sempre um bom equilíbrio, mesmo que estudar à noite ou de madrugada possa parecer uma atividade de pessoas que justamente carecem dele, precisamos sempre perseguir o ideal da moderação.

Estudar à noite pode ser a nossa arma secreta para sairmos na frente da disputa do mercado de trabalho, mas respeitar os limites do corpo para manter a saúde é ainda mais importante, pois ter boa saúde é a base de tudo.



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.