Notícias

Por que a dinâmica é importante em um processo de recrutamento e seleção

      
Por que a dinâmica é importante em um processo de recrutamento e seleção
Por que a dinâmica é importante em um processo de recrutamento e seleção  |  Fonte: Universia Brasil
Leonardo Bauer, Universia Brasil

Leonardo Bauer

É gerente de Projetos e Empregabilidade da Universia Brasil. Ele participa da série O que a Universia faz

Durante um processo seletivo, um candidato passa por diversas avaliações. Seu currículo deve estar bem estruturado, seu posicionamento com o time de recrutamento deve ser transparente, os resultados de seus testes devem ser suficientes ou além. Ou seja, desde que uma pessoa se inscreve para uma oportunidade, ela está sendo avaliada.

Entretanto, essas fases do processo são básicas. Para conquistar uma vaga, o candidato deve encaixar-se no perfil solicitado pela empresa e na cultura organizacional do local de trabalho. E não são apenas testes que vão comprovar essa aptidão. Podemos comprovar isso em nossos processos de Recrutamento e Seleção seja por meio de um teste ou entrevistas presenciais.

Uma das principais etapas eliminatórias de um processo seletivo é a dinâmica em grupo. Com ela, é possível avaliar como o candidato se comporta em diferentes situações comuns ao dia a dia corporativo: sob pressão, trabalhando em equipe, com imprevistos etc.

Mas, não basta, apenas, sair-se bem em uma dinâmica, e sim demonstrar as características comportamentais que condizem com a realidade da empresa contratante. Para evidenciar essas competências, é preciso fazer uma análise sobre os propósitos da companhia e da área que receberá o novo funcionário. Mergulhamos na cultura da empresa para entender seus objetivos como organização e como é a atuação de seus colaboradores. Só assim conseguimos definir o que realmente procurar no candidato ideal.

O cuidado com essa etapa do processo explica-se pelo fato de que contratar funcionários que se identifiquem com a cultura de uma empresa é fundamental para o crescimento da organização. Quando um colaborador possui os mesmos valores do local em que trabalha, tende a ser mais dedicado, a entregar mais e permanecer mais tempo na companhia, diferente daqueles que demonstram características comportamentais contrárias – e essa forma de ser e agir só consegue ser identificada por meio das dinâmicas.

COMO, AFINAL, FUNCIONA UMA DINÂMICA?

Nas dinâmicas de grupo estruturadas pela Universia Brasil, são chamados de oito a doze candidatos que participarão de atividades como resolução de problemas, cases, trabalhos em grupo e exercícios práticos. A partir da performance de cada participante, é possível identificar como eles trabalham com pressão, liderança, flexibilidade e imprevistos.

As atividades são construídas em conjunto com a empresa contratante e baseadas em aspectos comuns ao dia a dia de trabalho do local. Assim, é possível avaliar o comportamento dos candidatos em funções correlatas as que eles teriam na função designada..

Após a dinâmica, até três candidatos são selecionados e encaminhados para a entrevista com o gestor – considerada a fase final. Encaminhamos apenas aqueles que possuem o perfil aderente à oportunidade. É nosso dever fazer com que uma pessoa que não esteja alinhada à cultura de uma empresa não seja contratada por ela, pois, no final, tanto a companhia como o colaborador sairão perdendo.

Cadastre seu CV grátis na Universia Emprego

Cadastre grátis aqui


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.