Notícias

Quais as profissões mais demandadas no Brasil?

      
As atividades que envolvem estratégias de negócio estão em alta
As atividades que envolvem estratégias de negócio estão em alta
  • As habilidades exigidas favorecem os negócios no ambiente digital, na capacidade de gestão de projetos,
  • O gosto pelo planejamento financeiro e orçamentário e uma boa desenvoltura em relacionamentos são indispensáveis .
  • A remuneração pode chegar a R$ 80 mil.

O cenário brasileiro é bem dinâmico e nos últimos anos, as empresas fizeram grandes recortes de funcionários. Hoje, as empresas já não precisam enxugar seus custos de estão criando uma plataforma para crescer.

Entre as características que são exigidas entre as posições profissionais que estão em alta são profissionais inovadores, digitais, que saibam operar de forma integrada com outras áreas da empresa e capazes de sugerir novos caminhos. 

Existe uma pressão para que todas as áreas estejam perto dos clientes, com uma disputa bem acirrada. Para isso é preciso promover maior  integração e diálogo interno.

As posições mais demandadas exigem experiência e nível avançado de inglês. Não haverá títulos ou diplomas suficientes valham mais que a postura autodidata e busca a frequente por novos conhecimentos por parte do funcionário, com a finalidade de se adequar sempre às constantes mudanças do mercado de trabalho.

1. Supervisor de TI

O que faz: garante o bom funcionamento dos equipamentos e busca formas de usar a tecnologia para impactar positivamente as áreas e o resultado como um todo.

Perfil: profissionais de TI precisam entender sobre o negócio da empresa, participar e conhecer o planejamento das áreas.

Remuneração: R$ 9 mil a R$ 11 mil

Motivo para demanda: demanda por profissionais multitarefas, com alto poder de comunicação e influência no ambiente corporativo.

2. Coordenador de FP&A (Planejamento e Análise Financeira)

O que faz: alta capacidade de relacionamento interpessoal para se conectar a diferentes áreas da empresa, além de boa comunicação e um segundo ou terceiro idioma. É o backup (reserva de segurança) direto do controller.

Perfil: capacidade para analisar o resultado da empresa e propor melhorias baseadas em cenários financeiros.

Remuneração: R$ 10 mil a R$ 15 mil

Motivo para demanda: as áreas estratégicas são atualmente uma necessidade dentro das empresas.

3. Coordenador de compras

O que faz: responsável pelo planejamento e negociação de insumos comprados por empresas ou indústrias.

Perfil: são os principais agentes na redução de custo, tema central nas companhias.

Remuneração: R$ 8 mil a R$ 11 mil

Motivo para demanda: as empresas buscaram reforçar seus times de compras tentando melhores negociações, mais controles no processo e uma gestão estratégica dos investimentos.>

4. Coordenador/ especialista de M&A – fusões e aquisições nos mercados de energia, saúde, imobiliário

O que faz: em momentos de retomada e confiança, as oportunidades de compra e venda crescem muito.

Perfil: Possuir grande profundidade técnica, ter números e conhecimento de mercado na ponta da língua e uma visão de negócios acima da média.

Remuneração: R$ 10 mil a R$ 15 mil

Motivo para demanda: competência para analisar, avaliar e conduzir processos de M&A.

5. Coordenador ou gerente de transformação digital

O que faz: colabora para a transformação digital na empresa instaurando um marketing voltado para desempenho e resultados, com foco em mídias online.

Perfil: possuir habilidades em exatas e boa capacidade para gerenciar o ROI do departamento.

Remuneração: R$ 12 mil a R$ 18 mil

Motivo para demanda: empresas de todos os setores da economia estão em processo de transformação digital, na maior parte dos casos, com foco na experiência do usuário.

6. Gerente de desenvolvimento de novos negócios (logística)

O que faz: atua com o desenvolvimento de negócios multimodais (articulação entre vários canais de transporte).

Perfil: capacidade de desenvolver negócios logísticos em multimercados, orientados para aumentar o número de clientes e elevar a margem de lucro das companhias.

Remuneração: R$ 15 mil a R$ 25 mil

Motivo para demanda: as empresas diversificaram suas áreas de atuação por causa da crise e atacaram os clientes de médio porte oferecendo soluções customizadas.

7. Gerente de canais (tecnologia)

O que faz: qualifica, treina, desenvolve e apoia os parceiros de negócios para atendimento aos clientes na região.

Perfil: capacidade de gerar expansão comercial, criar estratégias e políticas comerciais para canais de vendas de serviços.

Remuneração: R$ 12 mil a R$ 18 mil

Motivo para demanda: o aumento significativo do número de empresas que vieram para o Brasil com a necessidade de atuar por meio de canais e outras com a exigência de mudar a operação do país e, assim, começar a atuar em formato de parceria.

8. Head de recursos humanos (diretor/gerente)

O que faz: primeira pessoa de RH, responsável pela implantação da área, principalmente Talent Management. Definição de cultura e valores e rápido retorno ao negócio.

Perfil: mentalidade de business partner e perfil de análise. Experiência em empresas com alta maturidade de RH e vivência em estruturação de produtos.

Remuneração: R$ 20 mil a R$ 30 mil

Motivo para demanda: quem puxou o crescimento dessa posição foram as startups, com o aporte de investidores.

9. Controller

O que faz: responsável pelos controles financeiros e relatórios da companhia, garantindo que os processos das áreas envolvidas estejam alinhados e funcionando da melhor forma.

Perfil: normalmente profissionais que tenham iniciado sua carreira em posições contábeis ou de controladoria. Apresentam perfis técnicos e bastante analíticos.

Remuneração: R$ 15 mil a R$ 35 mil

Motivo para demanda: empresas que enfrentaram a necessidade de diminuir cargos importantes durante a crise dos últimos anos vêm apresentando um crescimento importante, aumentando a necessidade de buscar profissionais sêniores e com visão mais abrangente.

10. CFO – diretor de finanças

O que faz: responsável por gerenciar as operações financeiras e mitigar os riscos do negócio, dando suporte direto no desenvolvimento de estratégias para a empresa e contribuindo na tomada de decisões.

Perfil: profissionais com experiência sólida em alguma área de finanças, como tesouraria ou planejamento financeiro, e que ao longo de sua carreira foi agregando mais funções ao cargo.

Remuneração: R$ 20 mil a R$ 80 mil

Motivo para demanda: com a retomada de mercado, entende-se que o CFO com visão mais estratégica e voltado ao negócio volte a ser requisitado.



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.