Tuesday :: 22 / 07 / 2014

MaisNotícias | Arte por dia | Enem 2014 | Livros grátis | Cadastre-se | MAPA DO SITE

Noticia

Sistema educacional britânico

Oferecendo uma grande variedade cursos e tipos de formação, o sistema de ensino no Reino Unido é um dos mais procurados por brasileiros que vão estudar no exterior


ImprimirImprimirEnviar a un amigo EnviarPDFPDF

Todo cidadão britânico é obrigado a freqüentar o sistema de ensino a partir dos cinco e até os dezesseis anos de idade. Há dois tipos de escola no Reino Unido: as chamadas "state-funded" (que são financiadas pelo governo) e as "independent" (que cobram mensalidades escolares).ÿ

Apesar de ser uma comunidade integrada, existem dois sistemas distintos de cursos e qualificações no Reino Unido, sendo que o primeiro inclui a Inglaterra, País de Gales e Irlanda do Norte e o outro é específico para a Escócia. Porém cada um deles é compatível com o outro.

Pré-escola ou educação pré-preparatória
A educação pré-escolar é oferecida tanto pelo sistema independente quanto pelo governamental. Muitas crianças começam sua educação aos três ou quatro anos, em um curso maternal ("nursery") de uma escola primária.

Educação preparatória
No sistema independente, o curso preparatório (ou primário) é oferecido para crianças de cinco a treze anos. Muitos estudantes internacionais começam aos sete anos, freqüentemente nos internatos, e então são transferidos para o curso secundário no sistema independente, quando completam 11 ou 13 anos.

Educação primária
A maioria das crianças britânicas entra no sistema governamental quando começa o curso primário, aos cinco anos de idade, e geralmente muda para o colégio ou escola secundária aos 11 anos.

Educação secundária
Todas as escolas secundárias no Reino Unido - tanto as governamentais quanto as independentes - ensinam alunos até, pelo menos, os 16 anos de idade, preparando-os para as qualificações GCSE (General Certificate of Secondary Education, similar ao ensino secundário brasileiro) ou equivalentes. Um grande número de estudantes internacionais entra no sistema educacional secundário britânico quando completa onze ou treze anos. Muitos deles freqüentam um internato independente ("boarding school").

Em geral, os estudantes de nível secundário cursam uma série de matérias principais, selecionadas pela escola, e outra escolhida a partir de uma lista de matérias eletivas. As matérias principais incluem Inglês, Matemática, Desenho e Tecnologia, Francês ou Alemão, Biologia, Química, Física, História e Geografia. Já as eletivas englobam Administração, Economia, Música, Religião e outras línguas, como o Italiano, Russo e Espanhol.

Educação pós-dezesseis anos
Após completarem o ensino obrigatório e os exames GCSE, aos 16 anos, os estudantes podem, legalmente, abandonar a escola e começar a trabalhar. Entretanto, a maioria estuda para as qualificações "A-levels" em "tutorial colleges" ou "sixth form colleges". Estudantes internacionais normalmente entram no sistema educacional britânico neste momento, por exemplo, fazendo um curso "A-level" como preparação para o ensino superior ou profissionalizante no Reino Unido.

Neste nível, o aluno tem muito mais liberdade de escolha, embora seja aconselhado a selecionar uma combinação de matérias que o ajude na futura carreira ou em sua vida universitária. Além das matérias tradicionais, o aluno pode escolher dentre uma vasta gama de disciplinas, incluindo Comunicação, Fotografia, Educação Física, Teatro etc.

A maioria dos "tutorial colleges" proporcionam um ambiente de estudo menos formal que os "sixth form colleges". Nos dois casos, porém, as turmas são pequenas, com atenção individual e, no geral, reconhecendo o aluno como adulto.

Educação pós-dezoito anos
Normalmente, os alunos dos "tutorial" ou "sixth form colleges" terminam seu curso secundário aos 18 anos, com uma qualificação "A-level" ou equivalente, e então continuam seus estudos em cursos profissionalizantes ou no ensino superior. As principais opções são:

- "Further Education" - termo utilizado para descrever a educação e o treinamento - em geral profissionalizantes - que acontecem após a idade de término dos estudos, ou seja, dezesseis anos (incluindo cursos técnicos e alguns cursos de graduação). Mais de seiscentos "further education colleges", tanto governamentais quanto independentes, oferecem uma ampla variedade de programas, incluindo cursos de idioma inglês, GCSEs e "A-levels" (ou outros equivalentes), cursos técnicos ou de ofícios, cursos de acesso ("access e foundation courses") e alguns cursos de graduação.

- Ensino Superior ("Higher Education", incluindo cursos de graduação, programas de pós-graduação e MBAs) - este é o termo utilizado para descrever a educação oferecida em universidades, faculdades e instituições que ministram cursos em nível de graduação ou nível superior a este. O Reino Unido tem mais de noventa universidades e mais de cinqüenta faculdades de ensino superior que oferecem uma ampla variedade de cursos, a maioria levando a graduações ou qualificações equivalentes, pós-graduação, MBAs e doutorados.

Variedade
As áreas de formação disponíveis vão desde as tradicionais, como ciências, artes e humanidades, até as opções menos convencionais, como estudos para a paz ou tecnologia da música. Segundo o Conselho Britânico, os cursos baseados nas áreas de negócios, de engenharia e de tecnologia são os mais populares entre os estudantes internacionais.

Mais informações sobre o sistema britânico de ensino podem ser obtidas no site do Conselho Britânico.





Tags:

Perfil:

Área de la ciencia:



RSS   


Comentarios para esta noticia

 

Publicidad

Publicidad