Aviso de cookies

Por meio de cookies próprios e de terceiros, coletamos informações para fornecer melhores serviços a todos os usuários. Compilamos informações estatísticas sobre a sua navegação para mostrar uma publicidade que tenha relevância com seus hábitos de navegação. Sempre que quiser, poderá desativar os cookies do seu browser. Se continuar navegando, consideramos que aceita os termos da política de utilização de cookies.

text.compare.title

text.compare.empty.header

Atualidade universitária

Crédito: Shutterstock.com

 

Banhistas em Asnières, do pintor impressionista francês Georges Seurat, é a 181ª obra homenageada pelo projeto Um Pouco de Arte para sua Vida. Seurat desenvolveu uma técnica pictórica exclusiva, conhecida inicialmente como Neoimpressionismo, e foi responsável pelo fim das mostras coletivas dos impressionistas.

 

 

» Confira a lista de todas as obras de arte

» Sobre o projeto "Um pouco de arte para sua vida"

 

Na obra apresentada hoje, Seurat usou uma paleta limitada para criar uma gama sutil de cores. A composição é extremamente equilibrada, com cada elemento disposto de maneira a produzir uma harmonia geral na obra. A imagem exibe trabalhadores de uma fábrica ao longe se divertindo às margens do Sena, durante uma tarde de verão. A ênfase na descontração fica clara na paisagem iluminada pelo sol e nas atividades à beira do rio. As fortes variações de tom acenturam a atmosfera e a serenidade da cena.

 

Cada detalhe da cena foi pensado com antecedência. A posição das pessoas, a distância entre os trechos de rio e as margens, a localização da fábrica no horizonte, a escolha dos elementos e o posicionamento deles foram preparados de maneira a manter o equilíbrio perfeito na cena.

 

 

3 detalhes de Banhistas em Asnières se destacam:

1. Barco:

O barco que aparece ao longe, com três tripulantes e a bandeira, foi pintado com detalhes precisos e suas cores se harmonizam com todo o resto da pintura. Todas as cores predominantes na obra aparecem nessa pequena parte, como o azul, o verde e o vermelho. Esse recurso contribui para uma representação relativamente natural.

 

 

2. Reflexo do barco:

O reflexo do barco na água foi criado com finas linhas de cor. A intenção de Seurat com isso era captar o movimento lento, bem como o brilho da água.

 

 

3. Banco de areia:

Um banco de areia se estende para fora da água juntamente com uma linha fina de grama, que permite identificar todas as pinceladas e cores.

 

Banhistas em Asnières

 

 

Ficha Técnica - Banhistas em Asnières:


Autor: Georges Seurat
Onde ver: National Gallery, Londres, Reino Unido
Ano: 1884
Técnica: Óleo sobre tela
Tamanho: 201cm x 301,5cm
Movimento: Impressionismo

 

 



Tags:
Comentar

Comentários

    Ver mais 20 resultados

    Comente

    Ver mais