Notícias

Geopolítica e liderança de cara com 2012

      

 

A última edição de 2011 da Universia Knowledge@Wharton (UKW) nos leva para a América Latina. Em primeiro lugar, no artigo "Tempos de tensão: mineração ilegal e informal na América do Sul”, UKW comenta com estudiosos os problemas que surgiram como consequência dos acampamentos de mineiros ilegais na região. Contudo, muitos que se dedicam a esse tipo de extração a defendem como a única maneira que possuem para combater a pobreza.

 

Outro tema da América Latina presente é o setor agrário argentino, que tem muitos temas pendentes desde 2008. Qual é a agenda inacabada do setor agrário no segundo mandato de Cristina Kirchner? Tudo em “Os desafios do setor agrário argentino no novo mandato de Cristina Kirchner”.

 

Fora da região e entrando em solo europeu, a crise no continente fez com que o mundo todo volte seus olhos para a má situação econômica. Os professores da Wharton avaliam o impacto da recessão na zona do euro, assim como os prós e os contras das possíveis medidas de recuperação em “A recessão na zona do euro comprometerá a frágil recuperação da economia mundial?”.

 

Segundo um professor da UKW, as soluções para esses problemas virão a partir de uma liderança firme e preocupada com o interesse geral. Toda a sua opinião a respeito está em “Michael Useem, da Wharton: As manifestações em todo o mundo são um sinal de protesto contra os líderes e um chamado à liderança eficaz”.

 

Seguindo o fio da liderança, um estudioso russo, conhecido por ser um dos criadores da economia de mercado do país, explica a situação da economia na Rússia e por que alguns russos se sentem intranquilos sobre o rumo que o país está tomando. A entrevista foi com Vitali Naishui, presidente do Instituto de Estudos da Economia Russa e do Centro de Estudos de Linguagem Sociopolítico da Rússia: “Progresso, mas também insegurança: A vida na Rússia contada por um especialista local”.

 

Por último, o empreendedor pobre agora pode conseguir três ou quatro empréstimos, o que se tornou um problema. Isso pode fazer com que os clientes se afoguem em dívidas, comentou um dos participantes de um congresso em Wharton em que foram discutidos os desafios e êxitos do micro-crédito. Tudo em “O último desafio do micro-crédito: Reduzir o excesso de endividamento de seus clientes mais pobres”.

 

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.