Notícias

Enem 2014: MPF do Piauí pede anulação da redação

      
 Fonte: Universia Brasil
Fonte: Universia Brasil

Na última segunda-feira, 19 de janeiro de 2015, o MPF (Ministério Público Federal) do Piauí protocolou ação judicial pedindo anulação parcial do Enem 2014. O pedido consiste na anulação da prova de redação, seguida da aplicação de uma outra prova aos candidatos.

 

Leia também:
» Enem 2014: candidatos podem solicitar certificação do Ensino Médio
» Universidade de Coimbra seleciona alunos com base na nota do Enem 2014
» Veja como escolher a sua faculdade com base no resultado do Enem 2014

 



A ação foi tomada após o vazamento do tema da redação por meio de aplicativo via celular, antes da aplicação da prova, no dia 09 de novembro de 2014. Por meio de depoimento, os estudantes envolvidos afirmaram que receberam a mensagem momentos antes do exame e a compartilharam com outros grupos.

 

Além do pedido de anulação, o MPF também solicitou à Justiça a suspensão do Sisu e o pagamento de multa, caso a decisão não seja cumprida.

 

O Inep apresentou nota técnica na qual admite ter havido a abertura dos malotes com as provas nos estados do Piauí, Maranhão e Paraíba duas horas antes do horário padrão estipulado para a aplicação.

 

Sobre a resposta da Justiça

Na última quinta-feira, 22,  a Justiça Federal do Piauí indeferiu o pedido parcial de anulação do exame. O MPF afirmou que irá recorrer ao Tribunal Regional Federal. Segundo a juíza Marina Rocha Cavalcanti, o vazamento do tema da redação não foi fruto de um esquema pré-organizado para beneficiar certos candidatos, mas algo desorganizado, que não comprometeu a isonomia entre os candidatos.

 

Sobre o Enem 2014


As provas do Enem 2014 foram aplicadas nos dias 08 e 09 de novembro de 2014, e contaram com mais de 6,1 milhões de candidatos. A nota do exame é usada para o ingresso nas instituições públicas do ensino superior pelo Sisu, para concorrer a bolsas em instituições de ensino superior privadas pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), participar do programa de intercâmbio Ciência sem Fronteiras, concorrer a vagas no ensino técnico e obter certificação do ensino médio.

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.