Notícias

Fazer resumos é a maneira mais eficiente de entender um livro, aponta estudo

      
Crédito: Shutterstock.com
Crédito: Shutterstock.com

 

Uma hora ou outra, você terá que ler um livro na escola ou para sua faculdade. Depois, é provável que você tenha de fazer uma prova sobre ele. Então, você tem um desafio e deve se perguntar: “qual a melhor maneira de garantir que eu entendi o livro e vou saber responder a todas as questões do teste?”. Pesquisas mostram que você não deve exagerar na leitura. Entenda.

 

» 6 dicas para montar um bom resumo
» 3 dicas para ler livros com os quais você não concorda
» 10 ferramentas especiais para pesquisar livros e artigos

 

Na verdade, o que você deve fazer é evitar ler muitas vezes o mesmo conteúdo. Ao invés disso, é recomendado uma única leitura e, depois, escrever um resumo, segundo o livro The Little Book of Talent: 52 Tips for Improving Your Skills, pertencente ao autor mais bem-vendido do The New York Times, Daniel Coyle.

 

As pesquisas mostram que as pessoas que escreveram um resumo lembram 50% mais do que aquelas que leram o livro muitas vezes. Isso acontece porque, para aprender, não se pode permanecer “apático”. A leitura é um processo passivo, você só deixa as palavras entrarem no seu cérebro. Para fixar, de fato, um conteúdo é necessário transformar o processo da leitura em algo ativo. Portanto, é preciso transformar o conteúdo em algo concreto, como um resumo, uma resenha, etc.

 

A produção de algo após a leitura força você a descobrir os pontos-chaves da trama, processar e organizar essas ideias no seu cérebro para que elas façam sentido. Escrevendo, você aumenta o alcance da leitura e, portanto, aprende mais.

 

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.