text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

10 perguntas que você deve se fazer para criar um plano de alfabetização digital

      
10 perguntas que você deve se fazer para criar um plano de alfabetização digital
Crédito: Shutterstock.com

 

Atualmente, é importante que os professores não só ensinem as matérias lecionadas nas escolas e universidades, como também passem aos seus alunos os conceitos importantes para a alfabetização digital. Se você não sabe como criar um plano para esse tipo de ensinamento, veja as 10 melhores perguntas que você deve se fazer para atingir o seu objetivo:

 

Leia também:
» 3 dicas para construir a cidadania digital com os seus alunos
» 10 habilidades de aprendizado digital que você precisa ter
» Descubra como incorporar tecnologia no aprendizado 

 

1 – Quais são os principais objetivos?

Dependendo dos seus objetivos com a alfabetização digital, é necessário criar diferentes planos. Essas metas podem depender da idade dos seus alunos, o tipo de matéria que você leciona e até mesmo a quantidade de computadores que você dispõe. 

 

2 – Como posso acompanhar o progresso?

É importante que você determine quais critérios serão importantes para avaliar se seus alunos estão acompanhando o andamento das aulas. 

 

3 – Por onde começar?

Para que o seu plano já comece com o pé direito, é essencial que você crie uma boa abordagem inicial. Por isso, descubra qual é o nível médio de conhecimento dos seus alunos e desenvolva o seu plano a partir disso. 

 

4 – Como vou utilizar a informação disponível a meu favor?

Se você não souber utilizar bem o que você tem disponível, é possível mais prejudicar do que ajudar os seus alunos. Por isso, organize todas as ferramentas e informações online e decida quais você irá utilizar e como será feita essa abordagem. 

 

5 – Como eu defino quais são as dificuldades?

Já que a definição de alfabetização digital não é muito clara, é importante que você tenha bom senso para analisar quais serão os níveis de dificuldade e a importância de cada aula. 

 

6 – Deve prever as tecnologias?

Atualmente, existem diversas tendências tecnológicas que influenciam diretamente na educação. Por isso, pergunte-se se você quer adicionar ao seu plano de alfabetização digital as previsões das tecnologias. Por exemplo: alguns especialistas dizem que os cursos online serão cada vez mais presentes na vida estudantil. Será que é interessante ensiná-los a absorver conteúdos digitais, já que a previsão para o futuro é que as aulas serão à distância? 

 

7 – Devo me aproveitar de outras mídias?

Quando falamos de alfabetização digital, junto a esse conceito vêm vários formatos diferentes de conteúdo: vídeo, texto, áudio, apresentações, etc. Por isso, é importante que você se pergunte se você irá aproveitar essa oportunidade para utilizar diferentes mídias ou focar somente em uma ou duas. 

 

8 – Como posso conectar a alfabetização digital à minha matéria?

Se você se preocupa que o seu plano de alfabetização digital atrapalhe a sua matéria, fique tranquilo: é possível criar um bom plano integrando as duas áreas. Se você leciona Biologia, por exemplo, ensine os seus alunos a utilizarem sites de universidades e empresas como fonte de trabalhos

 

9 – Devo deixar de lado o aprendizado comum?

É importante que exista um equilíbrio entre o aprendizado online e o com folhas de papel. Por isso, encontre a dose certa e utilize a alfabetização digital como um meio, e não como um fim. 

 

10 – Como manter os alunos interessados?

Assim como em qualquer plano de aula, o plano de alfabetização digital deve buscar manter a atenção do aluno. Por isso, sempre traga novidades e desafios a suas aulas para que eles não se sintam entediados. Se eles já dominaram o uso de uma ferramenta, proponha aprender a utilizar outra com diferentes recursos.

 

 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.