text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Novo equipamento impulsiona pesquisas no Instituto de Química da UnB

      
Espectômetro de Ressonância Magnética Nuclear. Esse é o nome do equipamento capaz de identificar compostos químicos e elucidar estruturas moleculares de amostras sólidas e em solução. Tais capacidades favorecem o trabalho de estudantes e professores de química. "Este aparelho é capaz de fazer análises de medicamentos, alimentos e estudos do solo, por exemplo", explica o professor do Instituto de Química (IQ) da UnB (Universidade de Brasília), Sebastião Lemos.

O equipamento ajudará o IQ a chegar a resultados com maior rapidez e colocá-lo no mesmo nível dos existentes nas demais Instituições de ensino. Muitos alunos viam-se obrigados a continuar estudos de pós-graduação em outras universidades que oferecem condições materiais de realização de pesquisas por não contarem com o novo equipamento na UnB.

Lemos comemora a aquisição: "Tínhamos um com capacidade de 90MHz que só fazia estudos de amostras em solução. Este é de 300MHz, por isso, mais sensível às informações dadas pelas amostras sólidas. Manteremos o primeiro para as atividades de ensino e o segundo ficará para as pesquisas", afirma.

O melhor da região - O equipamento é o mais avançado do Centro-Oeste e está instalado na sala BSS-001 do ICC. Atendendo à diversidade dos pesquisadores do Instituto, o aparelho foi comprado com recursos do Ministério da Ciência e Tecnologia. As condições de uso e manutenção do equipamento serão definidos pela equipe técnica responsável composta por professores do IQ. Cumpridas as condições necessárias, pessoas de outras instituições também poderão utilizar.

Fonte: UnB
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.