text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

UFS promove projeto de atualização científica

      
Foi realizada no dia 28 de agosto, uma palestra do "Projeto Contínuo de Atualização Científica", uma iniciativa do Departamento de Morfologia da UFS (Universidade Federal de Sergipe), que tem o objetivo de divulgar as atividades de pesquisas desempenhadas por seus alunos e professores. A palestrante foi a estudante Pollyanna Domeny dos Santos, do sexto ano de Medicina, que falou sobre uma pesquisa que desenvolveu na área de remédios naturais, cujo tema é "Avaliação citogenética do efeito do extrato aquoso de algumas plantas medicinais".

Aos alunos de diversos cursos presentes no local, Pollyanna explicou os resultados e andamentos das pesquisas, feitas com três plantas típicas do Nordeste brasileiro: o saião, a penicilina e a aroeira da praia. As experiências, que utilizaram camundongos, foram feitas no Laboratório de Biologia Celular do CCBS, com apoio dos também estudantes Marcos Oliveira e André Santana Prata. Segundo ela, estas plantas são usadas pela população como remédios antiinflamatórios, e o objetivo foi investigar seus efeitos sobre o material genético humano.

"A literatura especializada afirma que se um remédio provoca quebra do material genético, ele agrava a predisposição do indivíduo a desenvolver doenças como o câncer. Nas pesquisas que fizemos com as três plantas, descobrimos que isso não aconteceu", disse a estudante, que teve o apoio do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC), um programa da UFS e do CNPq. Seu orientador foi o professor Ricardo Scher, que já começou a fazer doutorado em Biologia Celular na Faculdade de Medicina da USP em Ribeirão Preto (SP).

O "Projeto Contínuo de Atualização Científica" foi criado em 2001, pela professora Vera Lúcia Corrêa Feitosa. Ele consiste em seminários realizados periodicamente, quando os alunos de diversos cursos do CCBS podem conhecer as atividades de professores e pesquisadores. A idéia é realizar ciclos de oito palestras por semestre, sendo uma a cada 15 dias.

A professora afirma que o projeto começou a ter mais participação dos alunos, depois de um começo tímido. "No início, poucos alunos prestigiavam as palestras. Agora estamos tendo uma resposta maior, pois eles estão entendendo mais a importância de participar dos nossos projetos de pesquisa. Um curso universitário não é só fazer créditos e assistir a aula. É preciso também pesquisar", declarou.

A próxima palestra, última deste semestre, acontece às 11h do dia 10 de setembro, no Laboratório 3 do DMO, sede do CCBS. Nela, o estudante Éden Ribeiro Freire vai falar da sua pesquisa sobre o efeito do acetato de chumbo nas células somáticas.

Fonte: UFS
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.