text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

UEL recebe equipe de pesquisa internacional

      
Técnicos, pró-reitores e professores da Universidade Estadual de Londrina (UEL) estiveram reunidos ontem com a equipe do Comitê de Revisão, do projeto internacional que estuda o impacto das universidades no desenvolvimento econômico regional. O projeto é desenvolvido pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), e atua em 14 regiões do mundo, entre elas o Norte do Paraná.

A UEL e a Universidade Estadual de Maringá (UEM) são as instituições brasileiras escolhidas para viabilizar a pesquisa no País. "Estas universidades foram selecionadas como piloto pela importância que têm na região onde estão instaladas. Os dados daqui serão a contribuição brasileira para o projeto mundial", explica a professora do Departamento de Economia da UEL e integrante da pesquisa, Rossana Lott Rodrigues.

O projeto quer aprimorar a atuação das instituições de ensino superior nas comunidades onde estão inseridas. "Cada R$ 1,00 investido nas universidades gera R$ 1,40 na renda da população da região onde ela está instalada. Ou seja, temos um efeito multiplicador", afirma o professor do programa de pós-graduação em Desenvolvimento Econômico da UFPR, Cássio Rolim. Ele ainda acrescenta que o mesmo acontece com o setor de empregos. "Cada emprego gerado viabiliza um índice médio de 1,2 novos empregos", garante.

O pró-reitor de planejamento da UEL, Otávio Shimba, afirma que os dados apurados pelo projeto serão utilizados pela universidade. "Certamente essas informações serão utilizadas para o planejamento da UEL para a nova gestão", afirma.

O projeto é desenvolvido em 12 países do mundo. O Brasil, apesar de não participar da OCDE, tem uma das regiões escolhidas para estudo. A iniciativa é financiada pela Organização e pelos órgãos ligados às instituições onde estão sendo feitas as pesquisas. No Estado, a responsável é a Secretaria de Ensino Superior, Ciência e Tecnologia (Seti), em parceria com a Universidade Federal do Paraná (UFPR). Uma nova reunião do Comitê na região está prevista para o mês de agosto.


Guilherme Borges
Reportagem Local
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.