text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

UNINOVE: Férias são essenciais para colocar o sono em dia

      

Jovens devem estar atentos, pois, homens que dormem mal têm mais chances de desenvolverem impotência sexual

Após muitas provas, horas incalculáveis em frente ao computador e aos livros, alimentação desregrada e noites em claro, enfim, as férias se aproximam e muitas "baladas" estão por vir. Afinal, é hora de curtir. No entanto, privar-se do sono pode gerar vários problemas, pois, uma noite mal dormida é suficiente para diminuir os reflexos, alterar a personalidade e causar irritabilidade, dificuldade de concentração, aumento da fadiga e do estresse. Outro fato importante a ser considerado é que uma noite de sono perdida jamais será recuperada.

No período de férias é importante que as pessoas que passaram por um longo período sem dormir adequadamente tenham consciência das necessidades física e psicológica desse ato. "O ideal é traçar uma rotina para que o corpo volte a descansar. O prejuízo de noites em claro não será recuperado, no entanto, é possível que, após algumas noites bem dormidas, o organismo se restabeleça", explica o Prof. Dr. Luis Vicente Franco de Oliveira, especialista em distúrbios do sono e coordenador do Laboratório do Sono da Universidade Nove de Julho (UNINOVE).

Muito mais que o número de horas que se passa na cama, o importante é que o sono seja de qualidade. Para isso, o especialista dá algumas dicas: "evite a prática de atividades físicas intensas antes de se deitar, assim como as refeições pesadas. Durma sempre no mesmo horário, com as luzes apagadas e no silêncio. Não tenha televisão no quarto e nem durma ouvindo música. Café, chá preto e refrigerante à base de cola também devem ser evitados horas antes de dormir. Isso é o que chamamos de higiene do sono".

Atualmente, um terço da população brasileira sofre com distúrbios do sono. "Um problema, em especial, causado pela má qualidade do sono pode chamar a atenção dos jovens: homens que dormem mal têm mais risco de ter impotência sexual", finaliza o doutor.

Fonte: Assessoria de Comunicação da UNINOVE

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.