text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Estudo de alunos de Enfermagem da Unoeste orienta sobre consumo de álcool

      

Trabalho de Conclusão de Curso "Condutas das Universidades Frente ao Consumo Excessivo de álcool entre Estudantes Universitários em Algumas Regiões Brasileiras" traz sugestões de ações preventivas

Acadêmicos do Curso de Enfermagem da Unoeste realizaram a pesquisa "Condutas das Universidades Frente ao Consumo Excessivo de álcool entre Estudantes Universitários em Algumas Regiões Brasileiras". O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), desenvolvido através de informações colhidas em universidades do Estado de São Paulo, obteve nota máxima pela banca de avaliação.

Os estudantes ?rika Lima Martins, Gabriela Catussi Leme, Kelmey Takazono Ribeiro, Pâmela Lucchino Peratelli e Rodrigo José da Silva observaram a conduta adotada pelas instituições em relação ao uso de substâncias psicoativas entre os alunos. "Eles analisaram e descreveram os programas de prevenção implantados pelas universidades e que obtiveram resultados positivos", explica Fabrícia Migliari, orientadora da pesquisa apresentada a uma banca avaliadora no último dia 11. A docente ressalta que o consumo de bebidas aumenta de forma significativa quando o jovem inicia a vida acadêmica. "Além das festas promovidas pelos próprios acadêmicos, o grande número de bares e conveniências ao redor das universidades, torna o acesso a este tipo de droga ainda mais fácil".

Fabrícia conta que o TCC será encaminhado à Reitoria da Unoeste. "Como o estudo apresenta diversas sugestões sobre ações preventivas ao uso de álcool entre os estudantes, o trabalho será analisado pela Universidade".
A aluna Gabriela Leme ressalta a fase de transição destes jovens. "A maioria dos acadêmicos estão deixando a adolescência para se tornarem adultos. ? neste momento que utilizam a bebida com o intuito de serem aceitos por um grupo, além de se sentirem desinibidos para fazer novas amizades". Ela lembra que, mesmo com as ações preventivas (assistência primária e secundária) oferecidas pelas universidades analisadas, a maioria dos alunos se conscientiza dos riscos do uso abusivo do álcool, mas não deixa de ingerir a bebida.

"Concluímos que as instituições de ensino são responsáveis pelo bem-estar físico, psíquico e social de seus alunos. A atuação do enfermeiro também é essencial, já que em sua formação, este profissional torna-se apto a desempenhar papéis de prevenção, promoção, proteção e reabilitação da saúde", completa.

As instituições analisadas no estudo foram: Universidade Estadual Paulista (Unesp), Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Universidade de São Paulo (USP) e Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC).
Na Unoeste, a Associação Atlética Acadêmica "José Carlos Prestes" da Faculdade de Medicina e a Residência em Psiquiatria realizam a Semana Antidrogas, além de palestras e distribuição de panfletos informativos para a conscientização dos malefícios do álcool e do uso de outras drogas.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Unoeste

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.