Notícias

Mentir faz mal à saúde, aponta pesquisa

      
Crédito: Shutterstock.com
Crédito: Shutterstock.com

 

De acordo com uma pesquisa realizada na Universidade de Notre Dame, nos Estados Unidos, dizer a verdade faz bem a sua saúde mental e física. A pesquisa foi baseada nos recentes estudos da Associação Americana de Psicologia, que revelaram que cada norte-americano mente 11 vezes por semana.

 

» Atletismo e natação são os melhores esportes para o cérebro, revela pesquisa
» Planejar é a melhor maneira de evitar o estresse, diz pesquisa
» Pistache combate o estresse, aponta pesquisa

 

Para tentar descobrir se ser mais honesto melhora a nossa saúde, Anita E. Kelly, autora da pesquisa, trabalhou com 55 pessoas durante 10 semanas, com a proposta de diminuir ao máximo as mentiras cotidianas. Enquanto isso, outro grupo de pesquisa foi montado, porém sem nenhum instrução sobre as mentiras, para analisar quais seriam as reações paralelas. A análise revelou que as pessoas que reduziram as mentiras eram mais saudáveis​​, menos estressadas e, consequentemente, sofriam menos com dores de cabeça e problemas de irritação de garganta.

 

O estudo, batizado como "A ciência da honestidade", mostra que a maioria das mentiras cotidianas são falsas desculpas para explicar problemas com atrasos, justificar determinadas tarefas deixadas incompletas, ou são resultado de uma tendência a exagerar as realizações e talentos pessoais.

 

 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.