Notícias

Conhecendo o curso de ciências biomédicas

      
Conhecendo o curso de ciências biomédicas
Conhecendo o curso de ciências biomédicas  |  Fonte: Universidades Socias

Inserida como uma carreira da área da saúde, as ciências biomédicas, que também é conhecida como biomedicina, mesclam o estudo da biologia e da medicina com o objetivo de estudar as doenças que acometem os seres humanos. 

É uma carreira muito interessante para quem gosta de pesquisa na área da saúde. Se este é o seu caso e você ainda não sabe qual carreira seguir, conheça mais sobre as ciências biomédicas e veja se essa é uma opção para você!

O que são as ciências biomédicas

As ciências biomédicas correspondem ao ramo da área da saúde voltada para os exames clínicos e o estudo das enfermidades, buscando formas de identificação mais rápidas e seguras de doenças e seus tratamentos. 

Além disso, o profissional também pode atuar nos estudos de ponta ligados ao ramo da genética e no controle de qualidade de alimentos para garantir a qualidade e a ausência de contágio com organismos e bactérias. Como você pode notar, seu campo de atuação é bastante amplo e você pode encontrar muitas informações detalhadas sobre cada especialização no site do Conselho Federal.

A biomedicina não deve ser confundida com uma de suas profissões conexas, a medicina. Esta última cuida da saúde dos seres humanos ao investigar e fazer diagnósticos e realizando os tratamentos necessários para o restabelecimento de uma boa disposição física e mental. 

Como é a graduação em biomedicina?

O curso de ciências biomédicas é uma graduação na modalidade bacharelado, com duração de 4 anos e há necessidade de cumprir um estágio obrigatório durante a faculdade. É um curso da área da saúde que prepara profissionais para atuar principalmente na área de pesquisa sobre as doenças, seus métodos de prevenção e tratamentos.

A matriz curricular da graduação está muito centrada em disciplinas correlatas à biologia, mas tem ainda diversas outras disciplinas, práticas e teóricas, como:

  • Zoologia

  • Fundamentos da Botânica

  • Anatomia

  • Bioquímica, Química Geral, Orgânica e Inorgânica

  • Bioestatística

  • Imunologia e Toxicologia

  • Patologia, Parasitologia e Fisiologia

Além do estágio supervisionado, o aluno deve apresentar um trabalho de conclusão de curso para estar apto a colar grau. Após a diplomação, o biomédico deve ser inscrever nos quadros do Conselho Regional de Biomedicina para que possa exercer a profissão.

Mercado e áreas de atuação

O mercado para o biomédico é bastante amplo e apresenta inúmeras áreas de atuação. De acordo com o Conselho Federal de Biomedicina, existem 35 especializações disponíveis para o biomédico, sendo que as que apresentam as melhores remunerações são:

  • Análises Clínicas e Toxicológicas - É o profissional responsável pela análise laboratorial de exames de sangue. Ele tem a responsabilidade de desempenhar sua profissão com zelo e cuidado de modo garantir a qualidade dos exames pelo qual é responsável e detectar eventuais doenças.

  • Hemoterapia e Terapia celular - Especializado na análise das células do sangue e correlatas como as da medula óssea e cordão umbilical. Geralmente atua em laboratórios.

  • Colpocitologia Oncótica - Este profissional atua nas pesquisas e nas análises de lesões do colo do útero. Geralmente causada pelo câncer do colo de útero, essa doença é responsável pela morte de muitas mulheres todos os anos no Brasil e a melhor forma de reduzir essa taxa de óbito é o diagnóstico precoce e a prevenção. 

  • Auditoria Biomédica - Trata-se de uma posição mais distante da área de pesquisa, porém é fundamental ter a presença de um biomédico no setor de auditoria dos hospitais e laboratórios. Apenas um profissional do ramo possui o conhecimento para averiguar falhas, propor melhorias e acompanhar as inspeções do espaço conforme a legislação vigente.

O mercado de trabalho para o biomédico é bem amplo, incluindo hospitais, clínicas e laboratórios de análises clínicas e farmacêuticos, tanto no Brasil quanto no exterior. Não existe um piso salarial nacional e os acordos coletivos fechados nos estados estabelecem pisos apenas estaduais, mas o salário médio no país fica em torno de R$ 2.376,01.

Caso você tenha interesse pela área de saúde e uma paixão especial pela pesquisa, a carreira de ciências biomédicas se apresenta como uma excelente carreira com diversas áreas de atuação.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.