text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Você está satisfeito com seu curso universitário? Esse questionário vai te ajudar a saber

      
<p>Animação na família, pais emocionados, pinturas no rosto, comemoração intensa nas redes sociais: parabéns, você passou no vestibular!</p><p>Esse é o momento de intensa alegria que marca a passagem para uma nova etapa de maturidade, escolaridade e vida profissional.</p><p>No entanto, é mais comum do que parece, principalmente nos primeiros anos do curso, que estudantes mostrem-se desapontados com a escolha feita.</p><p>O aluno que não está <strong>satisfeito com seu curso universitário</strong> tende a seguir dois caminhos: o primeiro, é a transferência de curso superior, como já falamos em outra ocasião.</p><p> </p><h2><strong>Saiba como funciona a transferência de curso superior</strong></h2><p> </p><p>O segundo caminho, mais perigoso, segundo psicólogos, é aquele em que o aluno decide, solitário ou sob pressão dos pais, familiares e amigos, continuar o curso mesmo sem ter a menor motivação para prosseguir.</p><p>Nesse caso, ou o tempo vai dizer que de fato valeu a pena persistir ou, o mais preocupante, resultará em um formando infeliz, desmotivado que, provavelmente, não buscará vagas na profissão escolhida.</p><p> </p><h2><strong>Você não está satisfeito com seu curso universitário? Responda a essas perguntas</strong></h2><p><strong> </strong></p><ul><li>Você está nesse curso por escolha própria ou de outras pessoas?</li><li>As disciplinas que cursa no momento estão atendendo às expectativas? E as que virão no futuro, você acredita que vão melhorar?</li><li>Você, às vezes, se sente deslocado no ambiente, mesmo sendo o curso que escolheu para seguir carreira?</li><li>Consegue elencar pontos positivos e negativos da sua vida acadêmica? Quais são maiores e mais importantes atualmente: os positivos ou os negativos?</li><li>Conhece ou já pensou em conhecer algum profissional já formado e em atuação na carreira que você está cursando para ter algumas impressões sobre como foi a vida de estudante dele?</li></ul><p> </p><h2><strong>Respostas</strong></h2><p>Se ao refletir sobre as perguntas acima, a maioria absoluta revelar um quadro de negatividade, pode ser a hora de buscar informações ou repensar a faculdade que está cursando.</p><p>No entanto, as respostas mais positivas indicam que pode ser uma fase que está atravessando. Especialistas da área de psicologia orientam ao estudante que nunca tomem decisões drásticas em meio a uma crise.</p><p>Às vezes, é necessário esperar a poeira baixar para ter um quadro mais racional da situação.</p><p>Outra sugestão é estar sempre vinculado a pensamentos e companhias que agreguem otimismo à sua rotina estudantil. Pessoas e pensamentos que apenas desestimulam sua frequência em sala de aula devem ser evitados.</p><p>Boas leituras e, até mesmo, ouvir uma música de sua preferência no caminho da faculdade podem ajudar a criar uma atmosfera mais leve para seus anos estudantis.</p> Estar <strong>satisfeito com seu curso universitário</strong> não é um capricho juvenil, mas um sentimento muito importante para seu futuro profissional e, principalmente, sua saúde e bem estar.

Animação na família, pais emocionados, pinturas no rosto, comemoração intensa nas redes sociais: parabéns, você passou no vestibular!

Esse é o momento de intensa alegria que marca a passagem para uma nova etapa de maturidade, escolaridade e vida profissional.

No entanto, é mais comum do que parece, principalmente nos primeiros anos do curso, que estudantes mostrem-se desapontados com a escolha feita.

O aluno que não está satisfeito com seu curso universitário tende a seguir dois caminhos: o primeiro, é a transferência de curso superior, como já falamos em outra ocasião.

 

Saiba como funciona a transferência de curso superior

 

O segundo caminho, mais perigoso, segundo psicólogos, é aquele em que o aluno decide, solitário ou sob pressão dos pais, familiares e amigos, continuar o curso mesmo sem ter a menor motivação para prosseguir.

Nesse caso, ou o tempo vai dizer que de fato valeu a pena persistir ou, o mais preocupante, resultará em um formando infeliz, desmotivado que, provavelmente, não buscará vagas na profissão escolhida.

 

Você não está satisfeito com seu curso universitário? Responda a essas perguntas

 

  • Você está nesse curso por escolha própria ou de outras pessoas?
  • As disciplinas que cursa no momento estão atendendo às expectativas? E as que virão no futuro, você acredita que vão melhorar?
  • Você, às vezes, se sente deslocado no ambiente, mesmo sendo o curso que escolheu para seguir carreira?
  • Consegue elencar pontos positivos e negativos da sua vida acadêmica? Quais são maiores e mais importantes atualmente: os positivos ou os negativos?
  • Conhece ou já pensou em conhecer algum profissional já formado e em atuação na carreira que você está cursando para ter algumas impressões sobre como foi a vida de estudante dele?

 

Respostas

Se ao refletir sobre as perguntas acima, a maioria absoluta revelar um quadro de negatividade, pode ser a hora de buscar informações ou repensar a faculdade que está cursando.

No entanto, as respostas mais positivas indicam que pode ser uma fase que está atravessando. Especialistas da área de psicologia orientam ao estudante que nunca tomem decisões drásticas em meio a uma crise.

Às vezes, é necessário esperar a poeira baixar para ter um quadro mais racional da situação.

Outra sugestão é estar sempre vinculado a pensamentos e companhias que agreguem otimismo à sua rotina estudantil. Pessoas e pensamentos que apenas desestimulam sua frequência em sala de aula devem ser evitados.

Boas leituras e, até mesmo, ouvir uma música de sua preferência no caminho da faculdade podem ajudar a criar uma atmosfera mais leve para seus anos estudantis.

Estar satisfeito com seu curso universitário não é um capricho juvenil, mas um sentimento muito importante para seu futuro profissional e, principalmente, sua saúde e bem estar.

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.