text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

MEC anuncia apoio à educação de surdos

      
<h2>Políticas públicas para surdos</h2><p>No Brasil, o<span> </span><strong>apoio à educação de surdos</strong>, no que tange ao MEC, está vinculado a um órgão localizado no Rio de Janeiro. O Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines) tem 160 anos de existência e, além de manter os trabalhos de ensino com seus 600 alunos, é o responsável por subsidiar as políticas públicas para surdos.</p><p>É o órgão que produz material para ser distribuído aos sistemas de ensino (tanto pedagógico, como fonoaudiológico, produções em vídeos em língua de sinais).</p><p>De acordo com o ministro Mendonça Filho, o<span> </span><strong>apoio à educação de surdos</strong><span> </span>deve estar na Base Curricular com o objetivo de que o país tenha uma política pública mais inclusiva, que respeite as condições específicas dos surdos ou dos que têm deficiência auditiva.</p><p> </p><p><a href=https://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2017/11/05/1156389/redacao-enem-2017-aborda-formacao-educacional-surdos.html><strong>Redação do ENEM 2017 aborda a formação educacional de surdos</strong></a></p><p> </p><h2>Conheça mais sobre o Ines</h2><p>Com o objetivo de subsidiar a formulação da política nacional de Educação de Surdos, uma portaria do MEC de 2009, o Ines tem papel central na promoção de pesquisas e eventos ligados ao tema em todo o território nacional.</p><p>Conforme já citado anteriormente, o instituto atende a 600 alunos na sua estrutura chamada de Colégio de Aplicação. No local, os estudantes têm a possibilidade de receber diversas formações.</p><p>O Ines oferece, nessa estrutura, desde a Educação Infantil até os Ensinos Fundamental e Médio. Há, ainda, a possibilidade de formação profissional de estudantes em uma modalidade pioneira em toda a América Latina que é o Curso Bilíngue de Pedagogia.</p>

Políticas públicas para surdos

No Brasil, o apoio à educação de surdos, no que tange ao MEC, está vinculado a um órgão localizado no Rio de Janeiro. O Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines) tem 160 anos de existência e, além de manter os trabalhos de ensino com seus 600 alunos, é o responsável por subsidiar as políticas públicas para surdos.

É o órgão que produz material para ser distribuído aos sistemas de ensino (tanto pedagógico, como fonoaudiológico, produções em vídeos em língua de sinais).

De acordo com o ministro Mendonça Filho, o apoio à educação de surdos deve estar na Base Curricular com o objetivo de que o país tenha uma política pública mais inclusiva, que respeite as condições específicas dos surdos ou dos que têm deficiência auditiva.

 

Redação do ENEM 2017 aborda a formação educacional de surdos

 

Conheça mais sobre o Ines

Com o objetivo de subsidiar a formulação da política nacional de Educação de Surdos, uma portaria do MEC de 2009, o Ines tem papel central na promoção de pesquisas e eventos ligados ao tema em todo o território nacional.

Conforme já citado anteriormente, o instituto atende a 600 alunos na sua estrutura chamada de Colégio de Aplicação. No local, os estudantes têm a possibilidade de receber diversas formações.

O Ines oferece, nessa estrutura, desde a Educação Infantil até os Ensinos Fundamental e Médio. Há, ainda, a possibilidade de formação profissional de estudantes em uma modalidade pioneira em toda a América Latina que é o Curso Bilíngue de Pedagogia.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.