text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Enem 2017 teve 32% de ausentes no segundo dia de prova

      

Abstenção considerada mais alta que nos últimos

Seguindo a média histórica, o índice de 32% de abstenção nesta edição do Enem 2017 superou a do ano de 2010, que era de 28,8%.

No entanto, na visão do Ministério da Educação (MEC), esse número obedece um padrão relativamente igual, que é o de se ter, em média, 30% de ausência – sendo a do primeiro dia de prova menor que a do segundo.

O maior abstenção da história do exame ainda é a de 2009, que superou 37%.

 

Mudanças renderam bons resultados

Na avaliação do MEC, as alterações feitas na edição do Enem 2017 tiveram resultados positivos na realização da prova – dentre as novidades, por exemplo, está a aplicação da prova em dois domingos consecutivos, ao contrário das anteriores, que eram aplicadas em um único final de semana.

Na opinião do órgão federal, a edição foi a mais tranquila aplicação do Enem dos últimos anos, com poucas ocorrências.

 

Enem 2017 mobilizou estudantes de todo o Brasil em dois domingos

 

Menor índice de abstenção foi do Piauí

O Estado do Piauí registrou, segundo o Inep, o menor número de faltosos nos dois dias do Enem 2017.

No primeiro domingo da prova, 25% dos candidatos se abstiveram; no segundo, o índice foi de 26%.

O Estado com maior índice de abstenção no segundo domingo foi o Amazonas.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.