text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Um breve histórico das relações entre Brasil e Argentina

      
<h2>Alguns fatos marcantes na relação Brasil-Argentina</h2><h2>Os processos de independência</h2><p>Apesar do intenso clima de rivalidade no futebol, as relações econômicas e políticas entre Brasil e Argentina são bastante harmônicas.</p><p>No entanto, alguns momentos históricos evidenciam certa instabilidade nesse quesito, no passado.</p><p>A independência da Argentina aconteceu em 1816. O Brasil viria a ter sua independência em 1822. Esse momento marca um período de grande incerteza nas fronteiras e dependências da região – que também envolviam Paraguai e Uruguai.</p><p>Os conturbados momentos da formação geográfica causaram a Guerra da Cisplatina, de 1825 a 1828. Esse fato originou a independência uruguaia.</p><p> </p><h2>A polêmica de Itaipu</h2><p>As obras dos anos 1970 que serviriam como base para construção da Usina Hidrelétrica de Itaipu, na década seguinte, motivaram desavenças na amizade Brasil-Argentina.</p><p>O aproveitamento da bacia do Paraná para a geração de energia encontrava obstáculos quanto à compatibilidade dos projetos brasileiro e argentino.</p><p>No entanto, no final da década, o Acordo Tripartite Brasil-Argentina-Paraguai firmou a amizade no processo de aproveitamento elétrico dos projetos de Itaipu e Corpus (Argentina).</p><p> </p><h2>Malvinas e Mercosul</h2><p>No dramático episódio geopolítico da Guerra das Malvinas (1982), o Brasil fornece apoio ao vizinho, ato considerado como positivo nas relações internacionais entre esses países.</p><p>Já na década de 1990, a boa relação entre as nações resulta na formação do Mercosul, um bloco comercial, econômico e político que envolve Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela (esta última está, atualmente, suspensa).</p>

Alguns fatos marcantes na relação Brasil-Argentina

Os processos de independência

Apesar do intenso clima de rivalidade no futebol, as relações econômicas e políticas entre Brasil e Argentina são bastante harmônicas.

No entanto, alguns momentos históricos evidenciam certa instabilidade nesse quesito, no passado.

A independência da Argentina aconteceu em 1816. O Brasil viria a ter sua independência em 1822. Esse momento marca um período de grande incerteza nas fronteiras e dependências da região – que também envolviam Paraguai e Uruguai.

Os conturbados momentos da formação geográfica causaram a Guerra da Cisplatina, de 1825 a 1828. Esse fato originou a independência uruguaia.

 

A polêmica de Itaipu

As obras dos anos 1970 que serviriam como base para construção da Usina Hidrelétrica de Itaipu, na década seguinte, motivaram desavenças na amizade Brasil-Argentina.

O aproveitamento da bacia do Paraná para a geração de energia encontrava obstáculos quanto à compatibilidade dos projetos brasileiro e argentino.

No entanto, no final da década, o Acordo Tripartite Brasil-Argentina-Paraguai firmou a amizade no processo de aproveitamento elétrico dos projetos de Itaipu e Corpus (Argentina).

 

Malvinas e Mercosul

No dramático episódio geopolítico da Guerra das Malvinas (1982), o Brasil fornece apoio ao vizinho, ato considerado como positivo nas relações internacionais entre esses países.

Já na década de 1990, a boa relação entre as nações resulta na formação do Mercosul, um bloco comercial, econômico e político que envolve Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela (esta última está, atualmente, suspensa).


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.