text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Os exercícios que podem ajudar a memória

      
<h2>Exercícios que podem ajudar a memória nos estudos</h2><p>Uma proposta inicial é a mudança de rotina. Muitas vezes, pela praticidade e pelo simples hábito, efetuamos as mesmas tarefas sempre, diariamente e semanalmente.</p><p>A impressão que temos é a de que estamos condicionados, de uma forma quase robótica, às funções diárias.</p><p>Aí está o primeiro exercício! Tente sair desse esquema. Mude seu caminho de casa, troque os horários das tarefas, inverta sua agenda. Alterne o horário da academia e frequente outros comércios, etc. Essa quebra é benéfica para a organização dos seus pensamentos.</p><p> </p><p><a href=https://noticias.universia.com.br/cultura/noticia/2017/09/19/1155814/descubra-musicas-ouvir-hora-estudos.html><span><strong>Playlist: descubra músicas para ouvir na hora dos estudos</strong></span></a></p><p> </p><h2>Aposente a calculadora (temporariamente)</h2><p>Já reparou que, com o telefone celular na mão, ficou cada vez mais prático acessar a calculadora do aparelho e, por outro lado, quase nunca mais fazer contas de cabeça?</p><p>Apesar de ser uma generalização, essa prática mostra exatamente um pouco de como a tecnologia excluiu essa prática do nosso cotidiano.</p><p>Nessa proposta de <strong>exercícios que podem ajudar a memória</strong>, a ideia é justamente esquecer que existem as calculadoras. Volte a colocar a cabeça para funcionar: calcule mentalmente preços, trocos e horas.</p><p>Outra prática interessante: se não tem contas para serem feitas, estipule algumas operações aleatórias, some a idade de seus familiares, os dias que faltam para acabar o ano, etc.</p><p>Essas práticas vão manter sua memória – e suas noções de matemática – bastante aquecidas.</p><p> </p><h3>Outras pequenas práticas</h3><p>O campo de estudos da memória é bastante amplo. Essas foram apenas algumas pequenas práticas que podem otimizar seu desempenho.</p><p>Há, ainda, outros exercícios que podem ser incorporados em seu dia a dia e, posteriormente, voltaremos a falar do assunto. Até lá!</p>

Exercícios que podem ajudar a memória nos estudos

Uma proposta inicial é a mudança de rotina. Muitas vezes, pela praticidade e pelo simples hábito, efetuamos as mesmas tarefas sempre, diariamente e semanalmente.

A impressão que temos é a de que estamos condicionados, de uma forma quase robótica, às funções diárias.

Aí está o primeiro exercício! Tente sair desse esquema. Mude seu caminho de casa, troque os horários das tarefas, inverta sua agenda. Alterne o horário da academia e frequente outros comércios, etc. Essa quebra é benéfica para a organização dos seus pensamentos.

 

Playlist: descubra músicas para ouvir na hora dos estudos

 

Aposente a calculadora (temporariamente)

Já reparou que, com o telefone celular na mão, ficou cada vez mais prático acessar a calculadora do aparelho e, por outro lado, quase nunca mais fazer contas de cabeça?

Apesar de ser uma generalização, essa prática mostra exatamente um pouco de como a tecnologia excluiu essa prática do nosso cotidiano.

Nessa proposta de exercícios que podem ajudar a memória, a ideia é justamente esquecer que existem as calculadoras. Volte a colocar a cabeça para funcionar: calcule mentalmente preços, trocos e horas.

Outra prática interessante: se não tem contas para serem feitas, estipule algumas operações aleatórias, some a idade de seus familiares, os dias que faltam para acabar o ano, etc.

Essas práticas vão manter sua memória – e suas noções de matemática – bastante aquecidas.

 

Outras pequenas práticas

O campo de estudos da memória é bastante amplo. Essas foram apenas algumas pequenas práticas que podem otimizar seu desempenho.

Há, ainda, outros exercícios que podem ser incorporados em seu dia a dia e, posteriormente, voltaremos a falar do assunto. Até lá!


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.