text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

2ª Fase do Vestibular: Como fazer provas discursivas – e se sair bem!

      
<h2>Leitura e língua</h2><p>Algumas das medidas mais efetivas para melhorar o desempenho em provas discursivas estão relacionadas com leitura e treino de língua portuguesa. A leitura pode oferecer repertório gramatical e lexical, enquanto o treino de escrita é indispensável para melhorar a eficácia do processo. Ter uma boa noção da norma culta e suas variações mais comuns é plenamente recomendado.</p><p> </p><h2>O assunto</h2><p>Seguir o tema proposto no enunciado – muitas vezes acompanhado de textos e informações adicionais – é essencial. Faça o máximo para não fugir do assunto, ao mesmo tempo em que procura focar numa perspectiva, uma ideia principal que seja adequada ao que foi questionado.</p><p>Uma dica: se não tem certeza das palavras que está usando, tente reescrever os trechos mantendo o sentido. Outros termos podem passar a mesma ideia e evitar erros.</p><p> </p><h2>Estrutura</h2><p>Tenha em mente que uma questão discursiva precisa ser respondida de maneira contextual e não de forma monossilábica ou reduzida. Apresente informações e dados relevantes ao tema (sempre sem fugir da ideia ou “encher linguiça” com conteúdo sem importância).</p><p>O texto precisa ser coeso, unindo as suas frases e conectando os períodos. A coerência é outra necessidade fundamental, evitando controvérsias e afirmações conflitantes dentro da mesma resposta. Por fim, fique atento aos limites: o número máximo de linhas deve ser observado, bem como um certo controle para não tornar a resolução excessivamente grande.</p><p> </p><h3>Fuvest e Unicamp</h3><p>As provas de 2ª fase dos vestibulares da USP (a Fuvest) e da Unicamp estão próximas e são bons exemplos de avaliações contendo questões discursivas.</p><p>Hoje, 18 de dezembro, acontece a divulgação dos candidatos convocados para a fase final, bem como dos locais de prova, da Fuvest. O exame está marcado para os dias 7 a 9 de janeiro de 2018, com convocação para matrícula dos primeiros colocados no dia 2 de fevereiro.</p><p>Depois de amanhã, 20 de dezembro, a Unicamp divulga as notas de sua 1ª fase. As provas da 2ª fase acontecem em 14, 15 e 16 de janeiro de 2018, com convocação da primeira chamada marcada para 13 de fevereiro.<br/><br/>            <a href=https://materiais.universia.com.br/escolher-profissao-para-futuro><img src=https://imagenes.universia.net/gc/net/images/educacion/c/ct/cta/cta-guia-pratico.png height=200 width=694/></a><br/><br/></p><script src=https://d335luupugsy2.cloudfront.net/js/rdstation-forms/stable/rdstation-forms.min.js></script><script>// <![CDATA[
new RDStationForms('assinatura-de-newsletter-padrao-a3e0b719377f45411712-html', 'UA-24810872-1').createForm();
// ]]></script>

Leitura e língua

Algumas das medidas mais efetivas para melhorar o desempenho em provas discursivas estão relacionadas com leitura e treino de língua portuguesa. A leitura pode oferecer repertório gramatical e lexical, enquanto o treino de escrita é indispensável para melhorar a eficácia do processo. Ter uma boa noção da norma culta e suas variações mais comuns é plenamente recomendado.

 

O assunto

Seguir o tema proposto no enunciado – muitas vezes acompanhado de textos e informações adicionais – é essencial. Faça o máximo para não fugir do assunto, ao mesmo tempo em que procura focar numa perspectiva, uma ideia principal que seja adequada ao que foi questionado.

Uma dica: se não tem certeza das palavras que está usando, tente reescrever os trechos mantendo o sentido. Outros termos podem passar a mesma ideia e evitar erros.

 

Estrutura

Tenha em mente que uma questão discursiva precisa ser respondida de maneira contextual e não de forma monossilábica ou reduzida. Apresente informações e dados relevantes ao tema (sempre sem fugir da ideia ou “encher linguiça” com conteúdo sem importância).

O texto precisa ser coeso, unindo as suas frases e conectando os períodos. A coerência é outra necessidade fundamental, evitando controvérsias e afirmações conflitantes dentro da mesma resposta. Por fim, fique atento aos limites: o número máximo de linhas deve ser observado, bem como um certo controle para não tornar a resolução excessivamente grande.

 

Fuvest e Unicamp

As provas de 2ª fase dos vestibulares da USP (a Fuvest) e da Unicamp estão próximas e são bons exemplos de avaliações contendo questões discursivas.

Hoje, 18 de dezembro, acontece a divulgação dos candidatos convocados para a fase final, bem como dos locais de prova, da Fuvest. O exame está marcado para os dias 7 a 9 de janeiro de 2018, com convocação para matrícula dos primeiros colocados no dia 2 de fevereiro.

Depois de amanhã, 20 de dezembro, a Unicamp divulga as notas de sua 1ª fase. As provas da 2ª fase acontecem em 14, 15 e 16 de janeiro de 2018, com convocação da primeira chamada marcada para 13 de fevereiro.

            


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.