text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Como não procrastinar e obter seus melhores resultados hoje!

      
como não procrastinar
Não procrastinar é o primeiro passo rumo ao aumento na sua produtividade.  |  Fonte: iStock

A palavra é estranha, não dá para negar, mas o costume de sempre deixar as coisas para depois pode ser um grande inimigo de bons resultados nos estudos. Se a tendência de postergar tarefas faz parte da sua rotina, fique tranquilo: é possível mudar este hábito. Basta querer e ter força de vontade.


O que é procrastinação?


A procrastinação é o ato de retardar o cumprimento de uma atividade e, geralmente, quem age dessa maneira encontra grandes problemas no desenvolvimento de projetos, especialmente os de longa duração. A preguiça e a falta de tempo são as principais causas desse fenômeno.


Perceba que procrastinar é normal. A maioria de nós demora para começar atividades que nem sempre são consideradas prazerosas, como fazer trabalhos ou estudar para uma prova, porém é preciso saber que esse hábito pode prejudicar seriamente o seu desempenho na escola.


Se você fizer da procrastinação uma constante em sua vida, serão poucas as chances que você terá de aprender com seus erros e menores ainda as de obter sucesso. Assim, esse fenômeno é o resultado do medo de fracassar, escondido como uma espécie de indiferença na realização das tarefas, causando muito estresse aos envolvidos.


Existem diversos fatores que contribuem para a procrastinação. Pode ser a genética, a natureza da atividade a ser realizada, as emoções, entre outros. De acordo com o psicólogo Tim Pychlyl, da universidade de Carleton no Canadá, a procrastinação não se relaciona ao controle do tempo, mas à dificuldade de controlar impulsos e emoções.

Quando a pessoa não consegue lidar com seus desafios, o sistema límbico incentiva o cérebro a buscar algo que proporcione prazer imediato. Por conta disso, é preciso saber identificar os fatores que fazem você procrastinar e adotar novos hábitos, a fim de ser mais produtivo.


Como reconhecer a procrastinação?


Reconhecer que você está procrastinando não é fácil, mas é o primeiro passo para ser capaz de superar este hábito e buscar os seus melhores resultados, seja nos estudos ou no trabalho. Veja abaixo alguns comportamentos presentes em pessoas habituadas a procrastinar:


1. Você sente o impulso de arrumar o seu quarto antes de começar um trabalho;

2. Você sente fome justamente na hora de estudar;

3. Você demora muitos dias para decidir um tópico de estudo;

4. Você carrega os seus livros para todos os lugares, mas nunca os abre para estudar;

5. Você fica com raiva se alguém te pergunta se já começou a estudar para aquela prova.


Se reconheceu em algum desses comportamentos? Se a resposta foi sim, não se desespere! Passe a prestar atenção em você e veja o quão frequente a procrastinação é na sua rotina. Se você acha que precisa de uma mudança, a boa notícia é que é possível tornar-se mais produtivo e não procrastinar seguindo algumas dicas simples.


Principais dicas para não procrastinar


Esse hábito de sempre deixar as coisas para depois pode se tornar um grande inimigo para quem deseja obter bons resultados nos estudos. Se você se reconheceu neste perfil, confira agora algumas das melhores dicas para reduzir esse hábito tão perigoso.

1. Dividir as tarefas em períodos de tempo menores

Todo o conteúdo de um trabalho acadêmico, por exemplo, pode parecer um trabalho enorme, mas qual a necessidade de executar todo de uma só vez? Se você não deixou para a última hora, ainda existe a possibilidade de dividir as tarefas em pequenos períodos de tempo.

Se você dedicar uma hora do seu dia para parte do conteúdo e tentar concluí-lo em outro horário, irá perceber que a atividade nem é tão pesada assim e que poderia ter liquidado as obrigações de estudos há bastante tempo.

2. Elimine as distrações convidativas

São grandes as chances de perder “o fio da meada” quando você decide parar alguma atividade para conversar nas redes sociais ou ver aquele vídeo que seu amigo acabou de te enviar. Enquanto estiver fazendo um trabalho da faculdade ou estudando para a prova, o ideal é tirar o celular de perto e fechar as redes sociais, como Facebook e Instagram.

3. Encontre alguém que te incentive

Muitos estudantes sentem-se desmotivados em estudar ou produzir trabalhos da faculdade sem que alguém o esteja “vigiando”.

Em outras palavras: chame um amigo para te incentivar com as tarefas acadêmicas. Quando o foco é dividido com outra pessoa, a procrastinação nem costuma “dar as caras”.

4. Dê uma recompensa a si mesmo

Nada como receber um prêmio de incentivo ao cumprir uma meta. Determinar uma recompensa para si mesmo pode ser uma estratégia interessante para evitar a procrastinação.

5. Pense no seu bem-estar após concluir uma tarefa

É impagável a sensação de missão cumprida ao finalizar uma atividade. Uma dica para vencer a procrastinação é pensar no bem-estar que você vai desfrutar ao ver que seu trabalho está concluído e dentro do prazo estipulado.

6. Pense no futuro para evitar uma correria

Quando bater aquela vontade de deixar as coisas para depois, pense no futuro e como será corrido (e sofrido) fazer um trabalho durante a madrugada para entregar nas primeiras horas da manhã, por exemplo.

7. Mude de ambiente para ‘enganar’ a rotina

Algo simples e que tem chances de funcionar muito bem: mudar o ambiente de estudo pode dar mais ânimo para executar as tarefas. Trocar a mesa de lugar ou estudar na cozinha são alguns exemplos simples e que trazem resultados incríveis.

8. Crie uma rotina inteligente

Crie uma programação flexível para te ajudar a saber quais atividades deve realizar durante o dia, semana e mês. Além disso, deixe alguns horários em aberto e intervalos para que você possa realizar incluir outras extracurriculares, já que tanto o corpo e a mente precisam de momentos de descanso.

9. Mentir pra si mesmo é sempre a pior mentira

Convenhamos: os pretextos que você se dá para atrasar "um pouco" o início do trabalho nada mais são, na maioria das vezes, do que desculpas esfarrapadas. Pare de tentar se enganar. Já dizia Renato Russo: "...mentir pra si mesmo é sempre a pior mentira", então pare de tentar se enganar, ok?

10. Não seja seu maior inimigo

Muitas vezes você já está desanimado antes mesmo de tentar. Diz que não conseguirá um bom resultado, que algo é muito difícil de ser feito, etc. Pare de fazer isso. Quanto mais você disser esse tipo de coisa, mais complicado será conquistar um bom resultado. Pense positivo, aja de um jeito positivo. Arrisque-se!

11. Não crie falsas expectativas

A imaginação é essencial na vida do ser humano, mas pode ser muito perigosa no processo do cumprimento de tarefas. Quando você fantasia demasiadamente sobre os resultados que busca obter, torna-se ainda mais difícil cumprir os passos necessários para atingir o objetivo. Ao conseguir superar essa função da mente, você a pessoa se torna mais produtiva e consegue vencer a procrastinação.

12. Pense nos imprevistos

Antes de iniciar o estudo, reflita sobre quais os possíveis imprevistos que você terá ao longo da execução do projeto. Assim, seu cérebro já estará condicionado a possíveis problemas e saberá melhor como lidar com eles.

13. Aprenda a perdoar seus erros 

A procrastinação é um fenômeno diretamente ligado ao psicológico do ser humano e, para ser combatida, as pessoas precisam aprender a perdoar os erros que vão cometer ao longo do desenvolvimento do projeto. Entenda que algumas atitudes erradas não têm solução, mas você precisa aceitar que acontecem para melhorar seu desempenho no futuro.

14. Não fique muito confortável

Quando se está em casa com a cama ou o computador à disposição, realmente fica difícil não procrastinar. Então, por que não mudar seu ambiente de estudos? Use a biblioteca da sua escola ou faculdade, vá a um café ou escolha outro local que não tenha tantas tentações, mas que ainda te ofereça as condições necessárias para você focar nas suas tarefas.

Conheça 4 ferramentas para não procrastinar

Além das dicas que oferecemos, existem ainda ferramentas poderosas que foram desenvolvidas com intuito de acabar de uma vez por todas com a procrastinação. 


1. Self Control

O Self Control é um aplicativo feito para usuários do Mac. Ele é utilizado para quando você não tem autocontrole para evitar a procrastinação. Ele permite que você selecione os sites que quer manter bloqueados por um determinado período de tempo e impede que você reinicie o computador ou desinstale o programa enquanto ele é executado.


2. Cold Turkey

O Cold Turkey é basicamente uma versão para o Windows do Self Control. Com uma interface fácil de usar, você pode customizar os sites que você deseja bloquear e precisa pagar uma determinada multa caso entre em um desses sites, escolhendo a porcentagem que você deseja que vá para a caridade.
 
3. Productivity Owl

O Productivity Owl é um aplicativo que evita que você desperdice o seu tempo. Ele funciona como uma extensão do Google Chrome que segue as abas da internet e, quando você não está sendo produtivo, ele fecha todas as janelas que considere improdutivas. Você pode listar quais são os sites permitidos e aqueles que você deseja que sejam bloqueados.


4. Rescue Time

O Rescue Timeacompanha o uso do computador para dar um retrato preciso do que você está fazendo online. Ele ajuda você a gerenciar melhor as suas atividades, sendo uma espécie de rastreador de tudo o que você faz na internet. É possível definir metas e obter relatórios do site.

Será que toda procrastinação é ruim?

Você sabia que nem todas as pessoas que deixam tudo para a última hora são consideradas procrastinadoras? Há um grupo entre elas que é chamado de “incubadoras”. Esses indivíduos possuem um senso muito apurado de prazos finais, têm confiança de que o trabalho estará completo no tempo certo, a certeza de que terá qualidade superior e a habilidade de processar ideias, ainda que de maneira inconsciente, para a tarefa que será feita mais tarde.

Esse tipo de pessoa possui uma característica marcante: trabalha bem, e na maioria das vezes melhor, quando está sob pressão. Uma das maiores dificuldades é diferenciar quem são os procrastinadores e quem são os incubadores, já que ambos são muito parecidos em certos aspectos: costumam adiar as tarefas até o momento final, e são motivados pela pressão externa dos prazos de entrega. Ambos os grupos também estão habituados a serem considerados, pelos outros ou por si mesmos, como preguiçosos.

Entretanto, os incubadores são pessoas criativas e inteligentes que trabalham bem melhor quando estão sob pressão. Dessa forma, elas se tornam profissionais indispensáveis em trabalhos que exigem decisões de última hora ou mudanças bruscas de direção ou foco em projetos. Se você está em dúvida sobre qual grupo pertence e deseja saber se é um incubador ou um procrastinador, faça o teste a seguir:

Cada resposta vale uma pontuação (4, 3, 2 ou 1). Responda as questões de acordo com aquilo que melhor descreve você e depois some as numerações escolhidas. Se você marcar 20 pontos ou mais, então provavelmente é um incubador.

 

4 – Me descreve perfeitamente

3 – Me descreve parcialmente

2 – Não me descreve muito bem

1 – Não me descreve nem um pouco

 

A. ___Eu sempre termino meus trabalhos dentro do prazo estipulado.

B. ___ A qualidade do meu trabalho é superior.

C. ___ Sou motivado por prazos de entrega iminentes/ ameaçadores.

D. ___Quando finalmente começo a fazer os trabalho, me sinto altamente engajado.

E. ___Eu me surpreendo comigo mesmo entrando em ação no último minuto.

F. ___Faço meus melhores trabalhos e resultados quando trabalho sob pressão.

Como fazer da procrastinação algo produtivo?


Segundo o jornal britânico The Guardian, estudos recentes sugerem que procrastinar pode ser, na realidade, uma forma de nos tornarmos mais criativos. Basta saber como aproveitar o tempo livre da melhor forma possível, colaborando para o aprendizado e para a nossa imaginação. 

Por isso, desligue a TV, desconecte as redes sociais e veja algumas sugestões de atividades interessantes para tornar a procrastinação algo positivo:

  • Desenhos animados

Alguns canais de TV e até o Netflix oferecem desenhos animados inteligentes, geralmente direcionados para o público jovem e adulto. Com doses de humor, enredos fantasiosos e até mesmo críticas a problemas do mundo real, os desenhos animados são uma ótima forma de aproveitar as horas livres e consumir entretenimento de qualidade.

  • Wikiverse

Com certeza você já fez alguma pesquisa na Wikipedia, a enciclopédia on-line mais acessada do mundo. Na Wikiverse a experiência de pesquisar e aprender sobre um determinado assunto foi totalmente repaginada, já que todos os artigos da Wikipedia foram reorganizados no formato do espaço sideral. Os temas semelhantes são reunidos em galáxias e, caso tenham alguma afinidade com artigos de outras galáxias, você verá meteoros com caudas coloridas fazendo o link entre eles. Na Wikiverse, o estudante poderá explorar a plataforma como um verdadeiro astronauta, utilizando apenas as setas do teclado e o mouse.

  • Revista Hazlit

A revista cultural Hazlit, produzida no Canadá, é um espaço para ler artigos interessantes sobre assuntos diversos. O conteúdo produzido por seus colaboradores vai de literatura russa, passando por crônicas da vida real, política internacional e economia, até críticas de livros e filmes. Como todas as matérias são em inglês, você também terá a chance de praticar o idioma.

  • Instagram da National Geographic

Ao navegar pelo perfil do Instagram da National Geographic você terá a sensação de dar uma volta ao mundo. Paisagens em lugares inabitados, vida selvagem e cultura são alguns dos temas explorados pela revista, famosa por suas fotografias impressionantes. Além do perfil principal, a Nat Geo conta com uma série de perfis secundários segmentados por assuntos. Adicione ao seu feed e aproveite a viagem!

  • Podcast Modern Love 

Ao invés de visitar sites de fofoca sobre o mundo das celebridades, dê uma espiada no que está acontecendo na vida amorosa dos cidadãos comuns da cidade de Nova York. O Modern Love Podcasts é uma plataforma do Jornal The New York Times, em que celebridades de Hollywood são convidadas para narrar histórias reais enviadas pelos leitores do periódico. Divertido, interessante e verdadeiro!

Por que você deve estar atento para não procrastinar?


Ao realizar uma prova, muitas estudantes têm o hábito de procrastinar, ou seja, pular questões ou enrolar para pensar nas mesmas. Porém, essa prática pode fazer com que o aluno perca um tempo desnecessário durante a realização do exame, prejudicando suas notas.


Por mais que uma questão pareça difícil demais para você começar a pensar nela, é preciso lembrar que ela terá de ser resolvida em algum momento durante a prova. Resistir à tentação de continuar olhando para a página em branco por algum tempo é essencial se você quer apresentar um boletim escolar exemplar no fim do ano.


Além disso, existem ainda outros comportamentos que também podem levar ao mau desempenho em provas e exames. Confira alguns deles e reflita se você se enxerga em algum deles:


1. Não Analisar Toda A Questão

Outro hábito tentador é o de começar a escrever tudo o que você sabe sobre um assunto sem ao menos analisar a questão. Muitas vezes, o professor exige que o estudante fale sobre um determinado tema, de acordo com um ponto de vista específico. Por isso, é importante analisar a questão antes de começar a escrever.


2. Preocupar-se Com O Tamanho Das Respostas

Ter um espaço de 20 linhas para responder uma questão não significa que você precisa preencher todas elas. Preocupar-se com a qualidade do que é escrito em vez de com a qualidade pode aumentar as suas notas de uma forma que você nem ao menos espera.


3. Generalizar

Generalizações em uma resposta descritiva podem ser perigosas. Sempre tome muito cuidado ao escrever “todas as pessoas”, “o mundo” ou “o povo inteiro”, por exemplo. Tente sempre ser específico.

Como não procrastinar no ambiente de trabalho

Para entender por que você procrastina, é necessário estar atento em quais situações você costuma apresentar este comportamento e como ele afeta sua vida. Por exemplo, você sempre tende a priorizar outras tarefas quando seu chefe te pede um relatório, mesmo que ele seja urgente. Descobrir por que você tem essa aversão a esta atividade é o primeiro passo para mudar reduzir a procrastinação e, consequentemente, aumentar sua produtividade.

Ainda que você não tenha uma data ou horário específico para entregar determinado projeto, atribua a você mesmo um prazo final. Além de reduzir seus níveis de estresse, ao fazer um planejamento você começa a administrar o seu tempo, aspecto crucial tanto para o que diz respeito à procrastinação quanto à qualidade do seu trabalho. Mas não se esqueça de ser realista, afinal você não mudará seus hábitos do dia para a noite.

Nem todas as atividades no ambiente de trabalho são divertidas, não há dúvida, mas você não pode deixar de fazê-las. Para que você consiga parar de evitar estas tarefas, tente enxergar os benefícios que elas podem trazer para você e para a equipe. O importante é que você consiga encontrar alguma motivação para executar esta função ainda que ela seja um pouco desagradável.


A procrastinação no ano do vestibular

O terceiro ano do Ensino Médio, além de ser marcado pelas despedidas bem-humoradas e pela formatura, é também conhecido como um período bastante estressante na vida dos estudantes, afinal os vestibulares costumam tirar as noites de sono de muitos jovens, sobretudo daqueles que começaram a se preparar para a prova apenas no segundo semestre.


Por isso, é recomendável começar a estudar desde o início do ano letivo e adotar estratégias específicas. Veja nossas sugestões:

  • Estabeleça metas de estudos realistas

Analise os conteúdos que precisa estudar para entrar na universidade e projete quanto tempo você precisará dedicar a cada um dos tópicos. Feito isso, crie uma lista de tarefas para acompanhar seu progresso. No entanto, é importante que você se baseie em metas realistas, porque assim você evita, simultaneamente, uma frustração de não dar conta de tudo e a vontade de desistir pela quantidade de tarefas.

  • Crie um cronograma flexível

Encher a agenda de atividades referentes ao vestibular não é garantia de que você atingirá seus objetivos. Na verdade, há grandes chances que isso o deixe pressionado e estressado. Por isso, programe seu dia levando em conta não apenas os conteúdos que deve estudar, mas também considerando um tempo livre para relaxar e fazer atividades que te deem a sensação de bem-estar. Esta pausa ajuda a recuperar a concentração e a melhorar sua produtividade.

Faça uma lista de todas as atividades que precisa fazer até o final da sua semana de provas, incluindo trabalhos escritos, apresentações orais, leituras e avaliações. Distribua estas atividades nos dias úteis até a data limite, considerando o tempo que você tem disponível para realizar cada uma delas. 

Você pode fazer isso num calendário de papel e deixá-lo sempre a mão ou recorrer aos aplicativos e tê-lo no seu celular quando precisar. De qualquer maneira, use cores para facilitar sua leitura e faça ajustes quando necessário.

  • Dedique períodos curtos do seu dia para cada tarefa

Esta é uma medida eficiente para quem não consegue se concentrar por muito tempo numa mesma tarefa, afinal dá a sensação de que as atividades não são trabalhosas. Além disso, estudar um pouco de cada vez te dá ânimo para se dedicar aos estudos e, portanto, reduz a sua vontade de procrastinar.

  • Tente se precaver

É normal que surjam imprevistos e que, por isso, você não consiga realizar tudo o que você havia programado para aquele dia. Contudo, há eventos, tarefas e obstáculos que você consegue prever, como uma aula de inglês ou um jantar de família. Assim, não se esqueça de considerar essas atividades em sua rotina.

  • Faça trabalhos em grupo via internet

Pode ser bastante complicado conciliar a agenda de todos os integrantes de um grupo para fazer reuniões e executar as atividades necessárias. Para não perderem tempo, façam seus trabalhos usando a internet, que é um canal onde vocês podem discutir ideias usando messengers e redigir artigos em documentos compartilhados, onde todos conseguem contribuir. Assim, você consegue adiantar os trabalhos sem necessidade de se deslocar ou desmarcar compromissos.

  • Não deixe muitas abas abertas no seu navegador

Já aconteceu de, enquanto fazia um trabalho, se sentir impelido a checar a notificação apontada na aba aberta no Facebook? Se sua resposta foi positiva, você provavelmente sabe os danos que ter muitas janelas no seu navegador pode ter. Por isso, mesmo que esteja consultando muitos sites para o seu artigo, vá fechando suas abas conforme elas não sejam mais necessárias. Assim, você evita distrações e confusões na hora de identificar as fontes daquela citação ou a referência que você usou naquele trecho específico.

  • Organize um ambiente de estudos calmo

Não adianta querer ter um rendimento alto nos estudos se você está em um local com muito barulho e distrações. Se você quer estudar de verdade, vá para um ambiente tranquilo e sem nada que possa tirar a sua concentração. 

  • Busque ajuda

A procrastinação ganha força quando você não sabe como realizar a tarefa. Assim, sempre que isso acontecer peça ajuda para algum colega de sala que compreendeu todas as exigências do professor. Você terá mais vontade e confiança para trabalhar no que foi pedido.

Alguns métodos incomuns para não procrastinar

Existem vários métodos para contornar a procrastinação, mas todos eles exigem dedicação para que funcionem. Se você é um procrastinador nato, confira três dicas incomuns para cumprir as tarefas no momento em que precisa:

  • Faça listas para tarefas diferentes

Selecionar as atividades que você precisa realizar durante o dia é sempre uma boa estratégia de organização. Escreva uma lista com as tarefas em ordem decrescente de prioridade, ou seja, coloque em primeiro lugar o que não é urgente e assim por diante. Geralmente, os procrastinadores tendem a trocar uma delas por outra para terem a impressão de que estão ocupando o tempo de alguma forma e, como consequência, têm uma desculpa para as tarefas incompletas. Com essa lista, a troca será de atividades pouco importantes pelas que realmente farão diferença.

  • Não faça nada

No momento em que se propuser a cumprir uma das atividades da lista, determine que só existem duas opções: fazê-la do melhor modo possível ou procrastinar sem exercer absolutamente nada em troca. Adiar as atividades é prazeroso desde que as pessoas substituam o que estão fazendo por alguma distração. No entanto, se você estiver decidido a não fazer nada e passar horas dessa maneira, chegará a um ponto que o tédio fará com que volte às atividades que havia parado. A sensação de não estar fazendo nada é a melhor inimiga da procrastinação e, assim, você resolveria parte dos problemas.

  • Esteja sempre pronto para realizar as tarefas

Muitas pessoas procrastinam simplesmente por terem medo de falhar. Se você está dentro desse perfil, adote a estratégia de nunca estar preparado, mas pronto para o que precisar fazer. Teoricamente, sempre é possível encontrar um motivo para adiar uma atividade. Por isso, tente pensar que você sempre está apto para começar o que precisa, mesmo não estando cem por cento preparado para tal. Seus níveis de procrastinação com certeza diminuirão.
 

Conclusão

Reduzir a procrastinação é necessário, mas pode ser um verdadeiro desafio. Para ter o resultado que deseja, é fundamental que você aprenda a administrar suas emoções.


Depois que você descobrir quais sentimentos o levam a procrastinar, aprenda a controlá-los. Anote o que está te incomodando e encontre uma maneira de lidar com essas emoções. Você pode, por exemplo, buscar cursos de desenvolvimento pessoal e inteligência emocional.

A meditação é uma ótima ideia para se tranquilizar e focar em uma tarefa. Além disso, você também pode praticar exercícios físicos, ter um hobby ou realizar um trabalho voluntário. Essas ações vão deixá-lo mais lúcido para lidar com as emoções negativas, não procrastinar e então finalmente alcançar os resultados incríveis que te esperam no futuro.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.