text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Quem foi Charles Darwin, o homem da Teoria da Evolução

      

Maior expoente da Teoria da Evolução, Charles Darwin completaria 209 anos neste mês. O naturalista ainda mantém seu trabalho relevante na sociedade.

Esse destaque é o resultado de muitos estudos e experimentos, em uma época com poucos recursos para explicar conceitos complexos como as mutações genéticas.

As suas descobertas continuam sendo tema de debates calorosos. Afinal, o pesquisador do século retrasado foi um dos poucos da época que se aprofundou em estudos para descobrir os mistérios da natureza e todos os seus fenômenos.

Portanto, leia esse texto e descubra quem foi Charles Darwin, o homem da Teoria da Evolução.

 

Paixão pela natureza desde criança

Charles Darwin nasceu em 12 de fevereiro de 1809, na cidade de Shrewsbury, Inglaterra. Desde criança já era interessado pela vida na natureza, proximidade que explorou nas atividades de caça e pesca. Era, também, um grande colecionador.

Aos 16 anos, entrou para o curso de Medicina, mas desistiu em seguida dizendo que não havia sonhado com essa profissão para a sua vida.

 

Expedição na América do Sul

Darwin iniciou bacharelado em artes pela Universidade de Cambridge, onde conheceu John Stevens Henslow, um naturalista dedicado à botânica. Foi através dele que Charles Darwin decidiu viajar a bordo do famoso navio “Beagle”, em uma expedição pela América do Sul.

Pelo período de cinco anos, coletou e pesquisou diversas espécies de plantas e animais, principalmente na Ilha Galápagos, e passou a compreender de forma mais clara as mudanças das espécies.

Ele recolheu fosseis e fez observações geológicas que indicam a evolução das espécies através do tempo.

 

Semelhança entre animais vivos e extintos

Charles Darwin percebeu a existência de semelhanças entre os animais vivos e em extinção, concluindo, então, que as características biológicas dos seres vivos passam por um processo dinâmico.

Fatores de ordem natural, contudo, seriam capazes de modificar os organismos vivos e que esses organismos estão em concorrência e somente os mais preparados às condições ambientais conseguiriam sobreviver.

 

Novas espécies

A teoria exposta por Charles Darwin explica, também, o aparecimento de novas espécies, como os macacos. Segundo os apontamentos do estudo, todos os seres vivos descendem de um organismo primordial e se diversificam no processo evolutivo.

 

Descoberta publicada

Darwin trabalhou a teoria por 20 anos. Em 1858, ele descobriu que seu colega Alfred Russel Wallace havia concluído resultados semelhantes e tratou de publicar a obra denominada A Origem das Espécies Por Meio da Seleção Natural, superando, portanto, uma insegurança que tinha por conta da polêmica das descobertas.

Em meio a debates religiosos e oposições de diversas frentes da sociedade, vale destacar que ainda hoje parte da humanidade é resistente a aceitar algumas conclusões da Teoria da Evolução.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.