Notícias

Conheça o professor do interior de SP que é finalista em premiação mundial

      

Como você se sentiria estando entre os escolhidos como os docentes de maior destaque em uma premiação de referência mundial na educação? Esse é exatamente o caso do professor brasileiro Diego Mahfouz Faria Lima, um entre a dezena de finalistas do Global Teacher Prize, mérito concedido pela Fundação Varkey.

A premiação analisou o trabalho e os projetos de professores ao redor de todo o mundo e selecionou Mahfouz, paulista da cidade de São José do Rio Preto, como um dos melhores.

O prêmio, também conhecido como “Nobel da educação” por sua relevância, terá a definição de um vencedor no dia 18 de março em Dubai, Emirados Árabes Unidos.

 

Escola Municipal Darcy Ribeiro

A atuação de Diego Mahfouz Faria Lima como professor na Escola Municipal Darcy Ribeiro em São José do Rio Preto é, de fato, digna de muito mérito. Com 12 anos na carreira, Mahfouz encarou os vários problemas estruturais e de comportamento na instituição como diretor, criando um diálogo estreito com os alunos e atendendo as suas questões e problemáticas.

Os resultados atingidos em curto espaço de tempo mostraram a efetividade do método de Mahfouz, que aproximou estudantes de professores, reduziu drasticamente a evasão na escola e praticamente eliminou os relatos de agressão e violência, antes tão comuns.

 

O Global Teacher Prize

Idealizado pela Fundação Varkey, uma organização global sem fins lucrativos dedicada a melhorias no sistema educacional, o Global Teacher Prize tem como objetivo a valorização da contribuição de professores às suas comunidades e à sua profissão por meio do ensino. Nas palavras da própria fundação, “nossa aspiração é mudar o modo como o mundo enxerga os professores”.

Tendo como recompensa final a soma de 1 milhão de dólares, o Global Teacher Prize julga os projetos submetidos por docentes de todo o mundo através de uma Academia, jurados que observarão alguns critérios e a presença de determinados valores entre os candidatos.

Evidências de aprendizado que ultrapassa as paredes da sala de aula, do emprego de práticas inovadoras, bem como o reconhecimento por parte dos alunos e conquistas e impacto na comunidade são alguns dos fatores medidos pela Academia do Global Teacher Prize.

 

Já é um vencedor

A posição entre os dez finalistas coloca o docente como um verdadeiro vencedor, principalmente se observadas as condições difíceis nas quais operou e as ótimas melhorias que colocou em prática.

Nós da Universiaestamos na torcida por Mahfouz na final, que será realizada no próximo 18 de março, um domingo. Que o seu exemplo encontre reflexos por todo o país e que a sua atuação seja recompensada!



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.