text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

3 dicas para ser um empresário digital na área de educação

      
empresário digital
A aula virtual é apenas um dos serviços que podem ser oferecidos on-line na área da educação.  |  Fonte: iStock

A Internet nunca foi tão essencial para a educação quanto hoje, quando vivemos em meio a umapandemia mundial e o distanciamento social se faz vital para reduzir a taxa de transmissão diária do coronavírus e impedir o colapso do sistema de saúde. Em quase todos os países do mundo, a quarentena se tornou obrigatória, e estudantes de todas as idades foram obrigados a trocar as aulas presenciais pelas aulas virtuais. Ao mesmo tempo, materiais didáticos disponíveis na Internet e plataformas e aplicativos on-line de educação ganharam importância.


No Brasil, o Ministério da Educação publicou, no dia 18 de março de 2020, a Portaria nº 343, autorizando a substituição temporária de aulas presenciais pelo ensino a distância. Se a EAD já vinha crescendo cada vez mais no país – bem como em todo o mundo –, a nova situação de isolamento social levou esse crescimento para outro patamar.


Se você é empreendedor(a) ou mesmo professor(a), saiba que a Internet pode ser o seu futuro. Com o auxílio do mundo digital, você pode não só encontrar novas formas de ganhar dinheiro, mas também causar um impacto social importante no país, ajudando a disseminar o conhecimento. Confira a seguir os passos essenciais para se tornar um empresário digital na área de educação e conheça exemplos de negócios que deram certo.

1. Entenda o que você quer oferecer como empresário digital

Você é professor(a) ou especialista em algum tema e quer dar aulas on-line? É um(a) empresário(a) digital e quer criar uma plataforma de educação? Ou é professor(a), mas quer ir além do ensino? Reflita e anote em um papel quais são os seus objetivos no mundo da educação digital e o que você quer e pode oferecer.


Se você já dá aulas presenciais de disciplinas tradicionais, como Português, Matemática ou Inglês, pode adaptar o seu ensino para o mundo virtual e alcançar mais alunos. Se é especialista em algum assunto, como Marketing Digital ou Fotografia, por exemplo, pode elaborar um curso sobre o tema. Por outro lado, você pode criar um novo serviço ou produto que não exija que você dê aulas, como um aplicativo de estudos ou uma plataforma de assinatura de livros. Lembre-se de avaliar se há realmente um público para a sua oferta.

2. Saiba como você pode oferecer os seus serviços ou produtos

Se você quer dar aulas on-line, há muitas formas de fazer isso. Você pode se cadastrar em um site de ensino virtual, como o Superprof, o italki ou o Udemy. Por outro lado, pode decidir criar o seu próprio canal de ensino no Youtube, o que tem o potencial de abrir uma série de portas, mas também o desafio de conquistar um número suficiente de inscritos para tornar o seu trabalho rentável.


Se você quer criar novos produtos e serviços digitais na área de educação, o caminho pode ser mais difícil, mas também ter recompensas financeiras maiores. Seja qual for a sua ambição como empresário digital, é importante estudar os caminhos que você pode percorrer para alcançar seus objetivos. Não se esqueça também de criar um modelo de negócios, bem como um plano de Marketing. 

3. Estude casos de sucesso no Brasil

Descubra e estude como outros empreendedores brasileiros acertaram ou erraram, para seguir as melhores práticas e evitar os erros mais comuns. Alguns exemplos de empresários digitais de sucesso na área da educação são:


  • André Simões e Rodrigo Salvador, criadores da maior plataforma de estudos do Brasil: Passei Direto.

  • Iberê Thenório e Mariana Fulfaro, criadores do Manual do Mundo, um canal educativo no YouTube com mais de 13 milhões de inscritos.

  • Os jovens empreendedores Gustavo Lembert da Cunha, Arthur Dambros e Tomás Susin dos Santos, que fundaram a empresa TAG Experiências Literárias, o maior clube de assinatura de livros do Brasil.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.