text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Lygia Fagundes Telles nesta quarta na Unicamp

      
A escritora Lygia Fagundes Telles, que acaba de lançar o seu primeiro livro de não-ficção, "Durante Aquele Estranho Chá ? Perdidos e Achados", vai estar nesta quarta-feira, dia 15 de maio, a partir das 15 horas, no auditório do Instituto de Estudos da Linguagem (IEL) da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), para participar do Projeto Leituras Literárias, organizado pela professora Suzy Sperber. A presença da escritora é parte das comemorações dos 25 anos de criação do Instituto,deverá estender-se até o final deste ano.

O convite partiu da própria professora Suzy para que Lygia participasse de uma conversa "quase informal" com os estudantes do Instituto. "Será um bate-papo sobre o meu novo livro, o que me levou a escrevê-lo, o processo de gestação, essas coisas. Vamos trocar idéias também sobre a quantas anda a literatura no Brasil", diz a escritora. O encontro será mediado pela professora Suzy.

Para Lygia Fagundes Telles, participar de um evento desses, numa Universidade como a Unicamp, "é sempre muito estimulante. É sempre muito bom falar de literatura, não necessariamente da nossa própria obra, mas de outras, do fazer literatura", diz a escritora, que ganhou o Prêmio Jabuti de 2001, pelo livro Invenção e Memória.

Em Durante Aquele Estranho Chá, Lygia descreve uma série de episódios de sua vida e as personalidades que passaram por ela. Apesar disso, a autora recusa a designação de autobiografia. "O livro tem leves pitadas biográficas, mas não pretende ser autobiográfico", explica a autora de As Meninas (1973) e A Noite Escura e Mais Eu (1995), outros êxitos editoriais da escritora.

É um livro que, segundo Lygia, está mais voltado "para falar sobre pessoas que conheci, com quem convivi e também amei. Tenho horror dessas biografias norte-americanas que ficam devassando a vida das pessoas". Com esse livro, Lygia sugere aos leitores que acompanhem mais de perto esses e alguns outros episódios de sua trajetória.

Clarice Lispector, Monteiro Lobato, Carlos Drummond de Andrade, Jorge Luis Borges e Simone de Beauvoir são algumas das personalidades do mundo literário presentes na obra.

Fonte: Unicamp
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.