text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

FGV terá que devolver R$1 milhão para candidatos de concurso anulado

      
Brasília (Manuel Carlos Montenegro) - A FGV (Fundação Getúlio Vargas) terá que devolver cerca de R$ 1 milhão aos candidatos de um concurso para professor da rede pública do Distrito Federal, anulado por causa de problemas na aplicação das provas.

O governo do Distrito Federal publicou um decreto ordenando a devolução do dinheiro a cerca de 39 mil candidatos, que pagaram entre R$25 e R$27 pela inscrição no concurso.

Segundo o vice-diretor administrativo da Fundação, Fernando Meirelles, a FGV estuda a questão juridicamente. "A escola está estudando juridicamente o assunto e, assim que tiver uma posição, irá se pronunciar", afirmou. Meirelles não confirmou se a instituição vai recorrer do decreto na Justiça. De acordo com o governo do DF, o prazo para uma ação judicial da FGV termina amanhã (14).

O governo do Distrito Federal contratou a FGV para a realização do concurso de contratação de professores para a rede distrital de ensino. O concurso foi anulado por quebra de sigilo das provas, aplicadas em janeiro.

Em março, a fundação realizou outro concurso, outra vez considerado nulo. Os candidatos reclamaram que foram mal-informados sobre o local onde deviam fazer as provas. Depois de inúmeras reclamações, o concurso foi anulado.

Segundo fontes do governo do DF, a devolução do dinheiro das inscrições, em caso de problemas na realização do concurso, foi prevista no contrato assinado entre a Fundação e o governo. De acordo com o governo, o valor que será devolvido gira em torno de R$940 mil. No entanto, o valor total de 39 mil inscrições pode chegar a R$ 1,050 milhão.

Fonte: Agência PontoEdu
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.