text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

A radiografia do Ensino Superior

      
O trabalho é um levantamento anual sobre as condições do ensino de graduação no País, que revela detalhadamente a cara do Ensino Superior brasileiro. O levantamento traz o número de matrículas nas instituições de Ensino Superior, quantos ingressam e quantos concluem os cursos anualmente, o nível de qualificação dos professores e também as condições de cada instituição de ensino.

Para os gestores de políticas educacionais, a pesquisa é fundamental no desenvolvimento de programas mais adequados ao ensino de graduação e sequencial. As instituições que não respondem ao questionário, assim como seus cursos, perdem o direito de se inscrever no Exame Nacional de Cursos, o Provão, e de se submeter à Avaliação das Condições de Ensino.

? a partir dessas avaliações que o Ministério da Educação (MEC) renova o reconhecimento dos cursos superiores. Para o professor Jaques Velloso, pesquisador titular do Núcleo de Estudos do Ensino Superior da UnB (Universidade de Brasília), a pesquisa é fundamental para um sistema educacional eficiente. "São importantes para o governo, mas também para a população, que pode acompanhar a qualidade do ensino", explica Velloso. A instituição pesquisada fornece dados como o quadro técnico-admninistrativo e de professores, a situação financeira, as condições de infra-estrutura e a oferta de cursos de extensão e de especialização. No Censo do ano passado, referente a 2000, o Inep constatou que existem cerca de 2,7 milhões de estudantes no ensino superior em aproximadamente 10,6 mil cursos.

São quase 1,2 mil instituições de ensino, divididas entre universidades, centros universitários, faculdades, escolas e centros de educação tecnológica. Este censo apontou também o maior crescimento do número de matrículas da década. Foram 14% a mais que no ano anterior, concentradas especialmente nos centros universitários. Entre 1991 e 1994, por exemplo, este número não passou de 2%. Um fato interessante é que a presença feminina nas universidades está aumentando.

As mulheres já somam 1,5 milhão de estudantes nos cursos superiores, representando 56% do total de alunos. A quantidade de alunos que ingressou em um curso superior também está crescendo. Nos últimos seis anos, houve um aumento de 63%. São mais de 3,8 milhões de matrículas neste período.

Fonte: Jornal de Brasília
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.