text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Definido reitor provisório

      
Por 27 votos a quatro foi eleito ontem pela manhã, durante reunião do Conselho Universitário (Consuni), o reitor que vai conduzir a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), em caráter provisório, até que se realize a eleição para a escolha dos novos dirigentes da instituição. O indicado, professor José Carlos Cechinel, que dirigia o Centro de Ciências da Educação, se diz um simpatizante da candidatura do atual reitor, Raimundo Zumblick.

"Vou dar continuidade aos trabalhos do reitor", afirmou. Por enquanto -Cechinel disse ter sido surpreendido com a indicação -, o novo reitor não sabe quem será o seu vice. "Devo indicá-lo nos próximos dias", disse. Sobre a vacância na diretoria do centro que dirigia, ele observou já ter o nome do substituto. "Nesses primeiros dias vou acumular as funções, mas em seguida deve assumir o professor Fernando Fernandes de Aquino".

Um dos principais planos do professor que assume a reitoria da Udesc será dar início ao processo de implantação de um centro da instituição, no Oeste do Estado. "Vamos estudar a vocação da região para definir sobre a implantação dos cursos", comentou. O maior desafio para Cechinel, conforme destacou, será conduzir o processo eleitoral - que se encontra suspenso desde março -, "de maneira democrática". O reitor temporário garantiu que não pretende anular o atual processo para chamar novas eleições, acabando com o impasse.

"Isso seria ilegal. O que queremos é que esse processo chegue ao fim o quanto antes", disse o novo reitor da Udesc. Ainda não há previsão para isso acontecer. Desde que foi deflagrada judicialmente a campanha anti-Zumblick pelos candidatos de oposição - Pedro Martins e Rogério Braz da Silva -, insatisfeitos com a terceira candidatura do atual reitor, o juiz Robson Varella concedeu as liminares que culminaram na suspensão temporária do pleito e no cancelamento do ato administrativo que protocolou a inscrição de Zumblick. As ações principais, entretanto, ainda não foram julgadas.

Ao falar do próprio futuro, Zumblick, que deixa o cargo hoje, disse que vai tirar uma semana de férias para descansar e depois retorna às novas atividades dentro da própria universidade. Ontem, durante a escolha do reitor pro-tempore na Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), cerca de 80 estudantes, que se diziam contrários à realização da reunião, invadiram o prédio da reitoria. Uma suspeita de que haveria uma bomba no local gerou pânico entre os manifestantes e mobilizou o Grupo de Operações Especiais da Polícia Militar. Nada foi encontrado.

Fonte: Diário Catarinense
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.