text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Processo inicia em maio com mudanças

      
No período de 20 a 24 de maio, terá início, nos campi da UNAMA (Universidade da Amazônia), a Avaliação Docente e Discente que, este ano, passou por mudanças significativas. Além de avaliar as turmas, em 13 itens, os professores se auto-avaliarão em 22 aspectos diferentes. Desta vez, alunos e professores realizarão uma metaavaliação, ou seja, irão avaliar a avaliação feita pela UNAMA. Outra novidade é que, pela primeira vez, a aplicação dos formulários em sala de aula será feita pelos bolsistas de extensão e de iniciação científica, juntamente com os monitores. Serão 225 aplicadores, no total, que receberam manuais de orientação sobre a execução da Avaliação Docente e Discente antes de dar início às atividades.

As mudanças foram implementadas para melhorar a Avaliação Docente e Discente e contribuir no aprimoramento da qualidade do ensino na UNAMA. A Assessoria Pedagógica (Asped), que executa o Programa, mandará uma carta aos professores e representantes de turma explicando a auto-avaliação. "A partir da auto-avaliação, o professor terá uma percepção particular do trabalho dele, ou seja, uma visão própria. Não será apenas o aluno que apontará o que precisa ser melhorado, o que será muito positivo", afirma a assessora pedagógica, professora Zenilda Botti. Orientados pela Asped, os coordenadores de cursos, por sua vez, trabalham na sensibilização dos alunos e professores, ressaltando a importância da participação no Programa.

Segundo Zenilda Botti, o esforço conjunto dos coordenadores e dos monitores, que elaboraram material informativo suficiente para ser distribuído entre toda a comunidade acadêmica, faz parte do processo de profissionalização pelo qual passa o Programa de Avaliação Docente e Discente. "É preciso divulgar o Programa para que os alunos participem e valorizem essa etapa como um momento de crescimento que não pode passar em branco".

A aluna do 3º ano de Pedagogia e monitora do curso, Yonara Santana, não tem dúvidas sobre a importância do Programa. Há 15 anos trabalhando como professora na área da educação infantil, ela diz que está empolgada com a oportunidade de trabalhar com a docência na graduação. "A monitoria é uma experiência ímpar que a UNAMA nos oferece e que tem ótimos resultados.

Quanto à avaliação docente e discente, o retorno para o aluno e para o professor é excelente, pois dá condições para que eles identifiquem erros e acertos". A mesma opinião é dividida com a aluna do 4º ano de Letras, Márcia Franco, que entrou para Monitoria em abril e vive a expectativa de poder participar da Avaliação. "Todos nós ganhamos com a Avaliação porque, muitas vezes, não paramos para nos auto-avaliar", acrescentou.

Fonte: UNAMA
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.