text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Universidade Federal muda o trote e acaba com pesadelo de calouros

      
Os 1.770 calouros que ingressam este ano na UFV (Universidade Federal de Viçosa) se livraram dos excessos cometidos nos trotes tradicionais. Os estudantes e familiares receberam, ontem, as boas-vindas por meio de atividades educativas, que se estenderão até quarta-feira que vem, durante o dia todo, como passeios pelos laboratórios, apresentação de vídeos, palestras, peças institucionais e shows musicais, além da execução de serviços comunitários em hospitais, creches, cadeia, clínicas de recuperação de dependentes químicos e educandários.

Num espaço de 1,2 mil metros quadrados foram construídos dez estandes com informações sobre os serviços que a cidade oferece, praça de alimentação e recursos audiovisuais que darão suporte para a realização de todos os eventos. Durante todos os dias haverá o recolhimento de alimentos não perecíveis, que serão doados para instituições filantrópicas do município. Quem ganha com tudo isso é o calouro, que chega à universidade sem medo nenhum, e os pais, que ficam mais tranqüilos vendo seus filhos livres de ações agressivas , explica o coordenador de Comunicação Social da universidade, Paulo César Brant Campos.

Para o coordenador do Movimento de Apoio aos Calouros (MAC), Luiz Eduardo Costa, o trote cidadão, este ano, é mais um passo para a concretização do movimento iniciado ano passado. Segundo ele, o movimento está articulando com os centros acadêmicos uma adesão cada vez maior dos veteranos à iniciativa. Estamos estudando a distribuição de prêmios para os centros que participarem efetivamente do evento , disse o coordenador. Ontem à tarde, alunos e familiares fizeram a primeira atividade. Visitaram o depósito de lixo e também a usina de reciclagem da UFV, em companhia de veteranos.

A idéia é mostrar para os futuros profissionais o lixo antes e depois da reciclagem, enfatizando o contraste e mostrando como é o processo de reciclagem já adotado em muitos lugares. Depois da visita, os alunos novatos participaram de uma peça na Praça do Calouro, apontando o que viram e consideraram mais importante. Amanhã, às 9h, os estudantes visitam a Casa do Caminho, uma entidade que presta assistência a dependentes químicos, mantida por doações e pelo trabalho de voluntários. Na terça-feira, vão até o Lar de Velhinhos com os alunos de Letras.

·s 14h e às 17h, na Praça do Calouro, haverá a apresentação de grupos folclóricos de ciranda, percussão, canto e dança. O embaixador da Palestina no Brasil, Musa Amer Odeh, fará palestra para os estudantes também na terça-feira, às 19h. (Marcelo Santos) São João del-Rei - Delegado quer indiciar vândalos de Igreja Tombada O delegado de Crimes contra o Patrimônio de São João del-Rei, Alexandre Federico, deverá encaminhar à Justiça na segunda-feira o inquérito sobre o vandalismo praticado por dois estudantes contra as obras do Mestre Aleijadinho que ficavam no portal da Igreja de São Francisco de Assis, no último final de semana. Eles destruíram o rosto de um anjo, um globo e partiram uma cruz em nove pedaços.

Todas as peças, em pedra sabão, ornamentavam a fachada do templo. Federico aguarda os laudos da perícia para remeter o processo ao MP, para pedir o indiciamento. Os nomes dos envolvidos continuam sob sigilo. O delegado deu prazo até amanhã para que um deles que é universitário se apresente, caso contrário vai pedir sua prisão preventiva.

Fonte: Estado de Minas
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.